domingo, fevereiro 17, 2013

Brioche de limão siciliano e semente de papoula e aprendendo com receitas já preparadas

English version

Lemon poppy seed brioche / Brioche de limão siciliano e semente de papoula

Para mim, cozinhar é, além de diversão pura, um processo de aprendizagem – acho que algumas receitas vão além da gostosura de seus produtos finais: elas nos ensinam certas coisas. Estava preparando estes brioches de limão siciliano e depois de a massa descansar pela primeira vez ela estava molinha e grudenta demais para ser manipulada. Foi quando me lembrei da receita do brioche do Paul Hollywood, e nela a massa tem que ser refrigerada para firmar o suficiente antes de ser moldada em pãezinhos, e foi exatamente o que fiz – funcionou direitinho.
Estes brioches não são muito doces (os recomendo mesmo sem as sementes de papoula) e para mim isso os torna perfeitos para serem devorados ainda mornos com porções generosas de manteiga ou geléia – eles provavelmente desaparecerão em questão de minutos. :)

Brioche de limão siciliano e semente de papoula
um tiquinho adaptada da sempre deliciosa e linda Delicious - Australia

- xícara medidora de 240ml

¼ xícara (60ml) de leite integral morno
2 colheres (chá) de fermento biológico seco
¼ xícara + 1 colher (sopa) - 62g - de açúcar cristal
2 xícaras + 1 colher (sopa) - 300g - de farinha de trigo
1 pitada de sal
3 ovos
raspas da casca de 2 limões sicilianos
½ colher (chá) de extrato de baunilha
2 colheres (sopa) de sementes de papoula (as minhas foram compradas fora do Brasil)
160g de manteiga sem sal, amolecida
1 ovo, para pincelar o brioche

Na tigela grande da batedeira, misture o leite, o fermento e 1 colher (sopa) do açúcar. Reserve por 5 minutos ou até que a mistura espume. Junte o açúcar restante, a farinha e o sal e, com o batedor em forma de gancho na batedeira, bata em velocidade média por cerca de 6 minutos ou até que a uma massa rústica se forme (a minha estava muito seca, então acrescentei 1/3 xícara de leite morno). Junte os três ovos, um a um, batendo bem a cada adição. Junte as raspas de limão, a baunilha e as sementes de papoula, batendo para incorporar. Aos poucos, junte a manteiga, batendo bem a cada adição. Continue batendo em velocidade média por cerca de 8 minutos ou até que a massa fique elástica e homogênea – ela estará bem molinha. Transfira para uma tigela grande levemente untada com manteiga, cubra com filme plástico e deixe crescer por cerca de 1 hora ou até que dobre de tamanho. Em seguida, leve à geladeira por 4-5 horas (caso contrário será difícil moldar a massa por ser tão molinha e amanteigada).
Unte generosamente com manteiga uma forma de muffin com 12 cavidades (1/3 xícara cada cavidade). Transfira a massa para uma superfície levemente enfarinhada e sove-a 3-4 vezes. Divida a massa em 12 porções iguais. Divida cada porção em três partes iguais e faça bolinhas com elas. Coloque três em cada forminha de muffin. Cubra com um pano de prato limpo e seco e deixe crescer novamente por cerca de 40 minutos.
Enquanto isso, pré-aqueça o forno a 180°C. Bata o ovo ligeiramente com um garfo e pincele o topo dos brioches. Asse por 20-25 minutos ou até que dourem bem e um palito inserido no centro do pãozinho saia limpo. Deixe esfriar na forma, sobre uma gradinha, por 5 minutos, e então, com jeitinho, desenforme, transferindo para a gradinha. Sirva mornos ou em temperatura ambiente (esses brioches ficam ótimos reaquecidos em forno a 180°C).

Rend.: 12 unidades

14 comentários:

Anônimo disse...

Patricia, obrigada pelo seu lindo Blog, acompanho com muita atenção porque suas "gostosuras" são maravilhosas. Apesar de ser uma admiradora desde sempre,esta é a primeira vez que escrevo.Eu como vc, adoro limão siciliano e sementes de papoula.
Recentemente fiquei sabendo (no Emporio Santa Luzia em São Paulo) que as sementes de papoula nao estão mais proibidas de importação no Brasil, porem as empresas não importam prque não há procura deste produto nas casas especializadas. Temos o seguinte problema: nao compramos o produto por achar q é proibido a importação e, portanto, nao procuramos e eles nao importam porque nao é procurado. Enfim ficamos orfãos deste produto maravilhsoso por pura falta de informação entre importadores, casas especializadas e consumidores. Minha solicitação é para que todos nós que gostamos das precisosas sementinhas iniciemos uma campanha pedindo nosasas belas sementinhas.
Posso contar com vc?
Bjs
Marilda Simões

Fernanda Amarante disse...

Querida,
Há anos tento achar as sementes de papoula e até hoje nao tive sucessso, mas isso de qualquer forma é uma boa desculpa pra um passeio no incrível mercado central de Beagá, né? Estou precisando mesmo de uma lata de doce de leite de Viçosa, abri meu último doce que trouxe de Tiradentes hoje... E não vai durar, é bom demais! Lindo brioche, pat. Nunca os fiz pequenos, já fiz broches grandões, brioches Nanterre... Deliciosos!

Cecilia Gomes disse...

Mas que belo aspecto:)
bjus
Cila

Temperaria - Vivian Luiz disse...

Oi Patrícia, adoro suas receitas! Esse brioche deve ser sensacional, vou tentar qualquer dia desses. Beijos!

Unknown disse...

Oi Patricia, esqueci de deixar meu contato, caso voce ou alguem queira trocar ideias sobre a semente de papoula.
mavsimoes@uol.com.br

gpoulain disse...

e é a cada vez que fazemos um mesmo tipo de receita que vamos nos aperfeiçoando e sendo cada vez melhores na cozinha mesmo. um abraço!

Fernanda disse...

Olá Patricia!
Adoro limão siciliano. O perfume e o sabor são maravilhosos!
E os brioches ficaram lindos, sendo assim devem ser deliciosos!
bjs

Erika Fernanda disse...

Olá Patricia

Que recieta maravilhosa, logo que vi não resisti e fiz no domingo, ficaram maravilhosos mesmo sem as tão sonhadas sementes de papaoula, essas não faço menor idéia de onde comprá-las, se tiver uma dica ;D
Mais uma vez muito obrigada por postar essas receitas divinas

Abraços
Erika

Patricia Scarpin disse...

Marilda, obrigada a você pelo comentário. Eu não sabia que as sementinhas já não eram mais proibidas. Tenho um estoque delas em casa, compradas fora, e adoraria poder encontrá-las aqui no Brasil. Acho que um lugar legal para procurarmos e pedirmos as sementinhas é a Bombay Temperos, além do Santa Luzia.
Beijo!

Fer, querida, ando viciada em brioche, quero fazer uma receita diferente toda semana! :)
xx

Gui, vc tem razão!

Patricia Scarpin disse...

Erika, adorei saber que a receita deu certo! Eu também acho que o brioche fica bom sem as sementinhas de papoula. Obrigada a você por vir aqui me contar o resultado!
Bj

Valentina disse...

Estes brioches estão lindos. Realmente cozinhar é uma journey. Estava lendo algo que é bem verdade: hoje em dia as pessoas cozinham pouco e depois reclamam que o que fazem não dá certo .Mas elas nunca fazem nada ou quase nada. A experiência eé que nos ensina.

Neyara disse...

Não te falei que não ia resistir? Minha massa não deu o ponto de enrolar as bolinhas (mesmo deixando-a na geladeira por mais de 6 horas), mas ficaram DELICIOSOS! E pra quem quer comprar as sementes de papoula e outras coisinhas mais, sugiro o Iherb (www.iherb.com): demora pra chegar às vezes, mas tem um moooonte de coisas.
Um beijão.

Myla disse...

Fiz hoje e amei!!
Foto dos meus: http://instagram.com/p/W-PWc6GaO3/

Myla

Patricia Scarpin disse...

Myla, ficaram lindinhos! Adorei saber que vc gostou da receita - obrigada por compartilhar a foto comigo!
Bj!

Related Posts with Thumbnails