quinta-feira, dezembro 29, 2011

Crumble de nectarina e amora

English version

Nectarine and blackberry crumble / Crumble de nectarina e amora

Da última vez que publiquei uma receita de crumble aqui lhes contei qual era um dos meus filmes favoritos na infância; no final de semana passado assisti, do começo ao fim e sem interrupções, ao filme favorito do meu marido na infância, “Conta Comigo”; me espanta o fato de alguém que dirigiu este filme e “Louca Obsessão” ser também o responsável por “Dizem Por Aí...” – a vida é assim mesmo, acho. :)

Para combinar com o assunto acima publico outra receita de crumble – desta vez, usei nectarinas, que estão na época por aqui.

Crumble de nectarina e amora
adaptado do absolutamente lindo Tender, Volume 2

- xícara medidora de 240ml

3 nectarinas, sem os caroços, em pedaços graúdos
½ xícara generosa de amoras – usei congeladas, sem descongelar antes
2 colheres (sopa) de açúcar cristal, de preferência orgânico
½ colher (chá) de amido de milho

Cobertura:
½ xícara (70g) de farinha de trigo
2 ½ colheres (sopa) açúcar cristal, de preferência orgânico
2 ½ colheres (sopa) - 35g - de manteiga sem sal, em temperatura ambiente e picada
2-3 colheres (sopa) de amêndoas em lascas, levemente tostadas e frias

Pré-aqueça o forno a 200°C. Separe dois potinhos refratários com capacidade para 1 xícara (240ml) cada.
Em uma tigelinha misture as nectarinas, as amoras, o açúcar e o amido de milho. Divida igualmente entre os potinhos.
Em uma tigela média misture a farinha de trigo, o açúcar e a manteiga e, usando as pontas dos dedos, vá unindo os dois ingredientes até obter uma farofa grossa. Junte as amêndoas e misture. Espalhe esta farofinha sobre as frutas e leve ao forno por 20-25 minutos ou até a cobertura dourar e a fruta borbulhar.
Sirva com creme de leite fresco ou sorvete de creme.

Rend.: 2 porções

terça-feira, dezembro 27, 2011

Barrinhas de amêndoa e cereja

English version

Cherry almond bars / Barrinhas de amêndoa e cereja

Assisti a “Tudo pelo Poder” semana passada e gostei bastante; é difícil prestar atenção a qualquer outra coisa quando Gosling e Clooney estão na tela – e creio que as mulheres vão concordar comigo nisso – mas Paul Giamatti, Philip Seymour Hoffman e Evan Rachel Wood têm ótimas performances também. Não sou muito de thrillers políticos, mas “Tudo pelo Poder” me surpreendeu de um jeito muito bom.

Há uma abundância de cerejas nesta época do ano e adoro comê-las frescas, sem nada mais. Meu marido sabe disso e trouxe para casa uma quantidade absurda de cerejas – tanto que nem eu conseguiria dar conta delas sozinha. Por isso, preparei estas barrinhas deliciosas – tomem cuidado, pois as danadas viciam.

Barrinhas de amêndoa e cereja
do lindo Rustic Fruit Desserts: Crumbles, Buckles, Cobblers, Pandowdies, and More

- xícara medidora de 240ml

Recheio:
500g de cerejas frescas, sem os caroços, cortadas ao meio se pequenas e em quatro se grandes
½ xícara (100g) de açúcar granulado
1 colher (sopa) de amido de milho
1/8 colher (chá) de sal
raspas da casca + o suco de 1 limão siciliano

Base/cobertura:
2 ¼ xícaras (315g) de farinha de trigo
½ xícara (88g) de açúcar mascavo – aperte-o na xícara na hora de medir
1 xícara + 2 colheres (sopa) - 114g - de farinha de amêndoas
¼ colher (chá) de sal
¾ xícara (168g) de manteiga sem sal, gelada e em cubinhos
1 ovo grande, de preferência orgânico
1 colher (chá) de extrato de baunilha

Pré-aqueça o forno a 180°C; unte levemente com manteiga uma forma quadrada de 22-23cm, forre com papel alumínio deixando sobras em dois lados opostos, formando “alças” – unte o papel com manteiga também.
Prepare o recheio: misture as cerejas, o açúcar, o amido de milho, o sal, as raspas e o suco de limão em uma panela média e leve ao fogo médio-alto até começar a ferver, mexendo ocasionalmente. Ferva por 1 minuto para engrossar e retire do fogo. Reserve.
Agora, prepare a base/cobertura: coloque a farinha de trigo, o açúcar mascavo, a farinha de amêndoas e o sal na tigela do processador de alimentos e pulse para combinar. Adicione a manteiga e processe até obter uma farofa grossa. Junte o ovo e a baunilha e pulse até que os ingredientes comecem a se unir.
Pressione 2/3 da mistura na base da forma preparada. Despeje o recheio de cereja sobre a base. Aperte porções da massa restante com os dedos, formando “carocinhos” e espalhe sobre todo o recheio.
Asse no centro do forno por 30-35 minutos ou até que doure e o recheio esteja borbulhando. Deixe esfriar completamente sobre uma gradinha antes de cortar em barrinhas e servir.
As barrinhas podem ser guardadas em um recipiente hermético, em temperatura ambiente, por até 4 dias.

Rend.: 16 barrinhas – fiz exatamente a receita acima usando uma forma quadrada de 20cm

quinta-feira, dezembro 22, 2011

Madeleines de gingerbread e chocolate

English version

Gingerbread chocolate madeleines / Madeleines de gingerbread e chocolate

Meu último post de Natal quase se tornou um grande FAIL: depois de assar estas lindas e super macias madeleines decidi banhá-las em uma calda de chocolate que vira em um livro. O problema foi que a tal calda nunca secou. Nunquinha da silva. Por isso recomendo banhar as madeleines em chocolate temperado para evitar o problema (mas elas ficam ótimas sem chocolate também, fiquem sabendo). :D
Pelo menos houve um lado bom na história: adaptei a receita das madeleines do meu mais novo amor em forma de livro. :D

Boas Festas!

Gingerbread chocolate madeleines / Madeleines de gingerbread e chocolate

Madeleines de gingerbread e chocolate
adaptadas do Short and Sweet - o meu foi comprado aqui

Madeleines:
2 ovos grandes
1/3 xícara + ½ colher (sopa) - 73g - de açúcar granulado, de preferência orgânico
2 colheres (chá) de extrato de baunilha
1/3 xícara (75g) de manteiga sem sal, derretida e morninha
¾ xícara (105g) de farinha de trigo
½ colher (chá) de bicarbonato de sódio
1 pitada de sal
1 colher (chá) de gengibre em pó
½ colher (chá) de canela em pó
¼ colher (chá) de cravo em pó
1 ½ colheres (sopa) de gengibre cristalizado bem picadinho – meça depois de picar

Cobertura de chocolate:
75g de chocolate amargo ou meio-amargo, derretido e temperado

Pré-aqueça o forno a 200°C. Unte com manteiga 30 forminhas de madeleine com capacidade para 1 colher (sopa) cada.
Coloque os ovos e o açúcar na tigela grande da batedeira e bata por 3-4 minutos ou até dobrar de volume e obter um creme claro e fofo. Acrescente a baunilha.
Peneire a farinha, o bicarbonato, o sal, o gengibre em pó, a canela e o cravo sobre a mistura na tigela e misture delicadamente com uma espátula de silicone. Faça o mesmo com a manteiga e o gengibre cristalizado. Divida a massa entre as forminhas preparadas até que estejam cheias em ¾ de sua capacidade. Asse por cerca de 10 minutos ou até que cresçam e dourem levemente. Retire do forno e desenforme com cuidado sobre uma gradinha. Deixe esfriar completamente.
Se desejar, mergulhe as madeleines no chocolate.
mantenha as madeleines em um pote hermético para evitar que ressequem.

Rend.: 30 unidades

segunda-feira, dezembro 19, 2011

Bolo de eggnog com casquinha de rum

English version

Eggnog pound cake with crystal rum glaze / Bolo de eggnog com casquinha de rum

Eu lhes disse que faria o bolo de eggnog da Flo Braker, não disse? E que bom que o preparei – o bolo é delicioso! Muito macio, com uma casquinha crocante e um toque alcóolico – perfeito.

Finalmente assisti a “Tron: O Legado” este final de semana – detesto filmes em 3D e por isso não vi o filme no cinema; até agora não consegui decidir o que amei mais: a criativa trama, o visual de tirar o fôlego ou a fantástica trilha sonora.

Bolo de eggnog com casquinha de rum
um nadinha adaptado do sempre maravilhoso Baking for All Occasions

- xícara medidora de 240ml

Bolo:
2 ¾ xícaras (385g) de farinha de trigo
2 colheres (chá) de fermento em pó
¼ colher (chá) de sal
¼ colher (chá) de noz-moscada ralada na hora
1 xícara (226g) de manteiga sem sal, temperatura ambiente
2 xícaras (400g) açúcar granulado, de preferência orgânico
3 ovos grandes, de preferência orgânicos
1 xícara (240ml) de eggnog – receita abaixo
1 colher (chá) de extrato de baunilha
¾ xícara (83g) de cranberries secas, misturadas com 1 colher (chá) de farinha de trigo

Casquinha de rum:
¾ xícara (150g) de açúcar granulado, de preferência orgânico
2 colheres (sopa) de rum escuro
2 colheres (sopa) de água

Pré-aqueça o forno a 180°C. Unte e enfarinha uma forma canelada (tipo Bundt) com capacidade para 10 xícaras de massa.
Em uma tigela média peneire juntos a farinha, o fermento, o sal e a noz-moscada. Reserve.
Na tigela grande da batedeira bata a manteiga em velocidade médio-alta até ficar cremosa. Aos poucos, junte o açúcar e continue batendo até obter um creme claro e fofo. Raspe as laterais da tigela com uma espátula de silicone.
Acrescente os ovos, um a um, batendo bem a cada adição. Raspe as laterais da tigela ocasionalmente. Na velocidade mais baixa possível, junte os ingredientes peneirados em quatro adições, alternando com a eggnog em três adições (comece e termine com os ingredientes secos). Raspe novamente as laterais da tigela. Junte a baunilha. Com o auxílio de uma espátula de silicone, misture delicadamente as cranberries à massa. Transfira a massa às colheradas para a forma preparada e alise a superfície.
Asse por 55-65 minutos ou até que o bolo cresça e doure (faça o teste do palito). Deixe esfriar na forma sobre uma gradinha por 10 minutos – enquanto isso, prepare a casquinha de rum: coloque o açúcar, o rum e a água em uma tigelinha e misture.
Desenforme o bolo com cuidado sobre a gradinha e, em seguida, pincele-o todo com a calda. Deixe esfriar completamente antes de cortar e servir.

Rend.: 20 porções

Eggnog de liquidificador
do ótimo The Essential New York Times Cookbook

1 ovo grande
3 colheres (sopa) de açúcar granulado, de preferência orgânico
¼ colher (chá) de noz-moscada ralada na hora
2 colheres (sopa) de conhaque
2 colheres (sopa) de rum escuro
1/3 xícara (80ml) de leite integral
¼ xícara (60ml) de creme de leite fresco

Coloque o ovo no liquidificador e bata por 1 minuto em velocidade média. Acrescente o açúcar e bata por mais 1 minuto. Junte todos os ingredientes restantes e bata até incorporar. Leve à geladeira por pelo menos 1 hora ou de um dia para o outro.

Rend.: cerca de 1 xícara (240ml)

sexta-feira, dezembro 16, 2011

Biscotti de Natal + Nicolas Winding Refn

English version

Holiday biscotti / Biscotti de Natal

Mal posso esperar pela estréia de “Drive” mas a primeira vez que ouvir falar de Nicolas Winding Refn foi quando ele ganhou um prêmio em Cannes esse ano; como sou uma criatura bastante curiosa procurei pelo perfil dele no IMDb, o que me levou a “Bronson” – agora, mal posso esperar para assistir a dois filmes do diretor. :)

E por ser uma criatura bastante curiosa não sei a razão de ter esperado tanto para experimentar biscotti pela primeira vez; porém, agora que o fiz, viciei: vocês não acreditariam em quantas receitas de biscotti andei marcando para preparar.

Holiday biscotti / Biscotti de Natal

Biscotti de Natal
um nadinha adaptados do maravilhoso Martha Stewart's Baking Handbook

- xícara medidora de 240ml

3 xícaras (420g) de farinha de trigo + um pouquinho extra para polvilhar
2 colheres (chá) de fermento em pó
¼ colher (chá) de sal
¼ xícara (56g) de manteiga sem sal, temperatura ambiente
1 xícara (200g) de açúcar granulado, de preferência orgânico + um pouquinho extra para polvilhar
3 ovos grandes
2 colheres (chá) de extrato de baunilha
2/3 xícara (73g) de cranberries secas
2/3 xícara (86g) de pistache cru, sem sal
1 ovo grande, levemente batido com um garfo, para pincelar

Pré-aqueça o forno a 190°C. Forre uma assadeira grande, de beiradas baixas, com papel manteiga.
Em uma tigela média peneire juntos a farinha, o fermento e o sal. Reserve.
Na tigela grande da batedeira, usando o batedor em formato de pá, bata a manteiga e o açúcar em velocidade média até obter um creme claro e fofo, cerca de 2 minutos. Junte os ovos, um a um, batendo a cada adição para incorporar. Raspe as laterais da tigela ocasionalmente. Junte a baunilha. Em velocidade baixa, acrescente os ingredientes peneirados e misture apenas até combinar. Acrescente o pistache e as cranberries e misture com uma espátula de silicone.
Transfira a massa para uma superfície levemente enfarinhada e divida em duas partes iguais. Formate cada metade de massa em um cilindro de 40x5cm e transfira ambos para a assadeira preparada, deixando 7cm de distancia entre um e outro. Com a palma de uma das mãos achate os cilindros ligeiramente. Pincele a superfície dos cilindros com o ovo batido e polvilhe generosamente com açúcar.
Asse, girando a forma na metade do tempo de forno, até que os cilindros de massa estejam levemente firmes ao toque, cerca de 25 minutos. Transfira o papel com os cilindros para uma gradinha e deixe esfriar um pouco, cerca de 20 minutos.
Reduza a temperatura do forno para 150°C; forre duas assadeiras grandes, de beiradas baixas, com papel manteiga.
Com cuidado, transfira os cilindros de massa para uma tábua de corte. Com o auxílio de uma farra serrilhada, corte os cilindros em fatias de 1,25cm de espessura. Transfira as fatias para as assadeiras preparada, deixando 2,5cm de distância entre uma e outra. Asse até que estejam firmes ao toque, cerca de 30 minutos. Retire do forno e deixe esfriar completamente nas assadeiras.
Os biscotti podem ser guardados em um recipiente hermético, em temperatura ambiente, por até 1 semana.

Rend.: cerca de 4 dúzias – fiz metade da receita acima e consegui 18 biscotti

quarta-feira, dezembro 14, 2011

Trufas de eggnog

English version

Eggnog truffles / Trufas de eggnog

O sabor de eggnog, aqui transformado em trufas (um receita bem fácil e que não pede muitos ingredientes) já apareceu na minha cozinha em forma de biscoito, crème brûlée e sorvete; adorei cada uma das versões para esse sabor clássico do Natal do hemisfério norte e, se ainda der tempo, quero experimentar o pound cake de eggnog da Flo Braker, também.

Outra versão para um clássico que adoro é “Call on Me”, do Eric Prydz (mesmo o clipe sendo bem ruinzinho) - ainda por cima, a música é boa pra fazer esteira. :)

Trufas de eggnog
do The Christmas Candy Book

130g de chocolate branco, bem picadinho
1 ½ colheres (sopa) de creme de leite fresco
1 ½ colheres (sopa) de rum – ou a gosto
1/8 colher (chá) de noz-moscada ralada na hora – ou a gosto
cacau em pó, sem adição de açúcar, para cobrir as trufas

Coloque o chocolate e o creme de leite em uma tigela refratária pequena e leve ao banho-maria (sem deixar a base da tigela tocar a água) mexendo até derreter e obter uma mistura homogênea. Retire do fogo, junte o rum e a noz-moscada e misture. Deixe esfriar. Cubra com filme plástico e leve à geladeira até firmar, cerca de 3 horas, ou de um dia para o outro. Com o auxílio de uma cookie scoop pequena ou uma colherinha, faça trufinhas com 1 ½ colheres (chá) de ganache. Passe-as pelo cacau em pó e coloque em forminhas de papel para servir. Mantenha na geladeira.
As trufas podem ser guardadas na geladeira por até 5 dias.

Rend.: cerca de 15 trufas

segunda-feira, dezembro 12, 2011

Biscoitos craquelados de chocolate e gengibre e filmes pelos quais aguardo ansiosamente

English version

Chocolate ginger crinkle cookies / Biscoitos craquelados de chocolate e gengibre

No meu mundo a idéia de “biscoitos demais” é inexistente, especialmente nessa época do ano – por isso, a minha sessão de baking incluiu estes biscoitos craquelados (além dos cookies de especiarias e amêndoas).

Mudando de assunto, vocês já viram esse pôster? Absolutamente fantástico – tenho a sensação de que vem uma obra-prima por aí (como se eu já não tivesse motivo suficiente para estar ansiosa). :)

Biscoitos craquelados de chocolate e gengibre
do lindo e delicioso
Gingerbread

- xícara medidora de 240ml

¾ xícara (105g) de farinha de trigo
¼ xícara (23g) de cacau em pó, do tipo alcalinizado, sem adição de açúcar
1 colher (chá) de fermento em pó
¼ colher (chá) de sal
1 ½ colheres (chá) de gengibre em pó
1 colher (chá) de canela em pó
½ xícara (113g) de manteiga sem sal, temperatura ambiente
210g de chocolate amargo ou meio-amargo, picado (uso dividido)
¾ xícara (150g) de açúcar granulado, de preferência orgânico
¼ xícara (44g) de açúcar mascavo escuro – aperte-o na xícara na hora de medir
2 ovos grandes, de preferência orgânicos
1 colher (chá) de extrato de baunilha
¼ xícara (35g) de gengibre cristalizado picadinho (pique, depois meça)
açúcar de confeiteiro peneirado, para cobrir os biscoitos

Em uma tigela média, misture bem a farinha, o cacau, o fermento, o sal, o gengibre em pó e a canela. Reserve.
Em uma tigela refratária grande, misture a manteiga e 85g do chocolate picado. Leve ao banho-maria misturando ocasionalmente até derreter os ingredientes (não deixe que o fundo da tigela toque a água). Retire a tigela da água e deixe esfriar levemente, cerca de 10 minutos.
Junte o açúcar granulado e o mascavo à mistura de chocolate e mexa. Acrescente os ovos, um a um, misturando para incorporá-los. Junte a baunilha seguida da mistura de ingredientes secos, gradualmente. Acrescente o chocolate picado restante e o gengibre cristalizado e misture delicadamente. Cubra a tigela com filme plástico e leve à geladeira por pelo menos 2 horas (ou de um dia para o outro).
Pré-aqueça o forno a 180°C. Forre duas assadeiras grandes, de beiradas baixas, com papel manteiga.
Faça bolinhas com 1 colher (sopa) nivelada de massa e passe-as generosamente pelo açúcar de confeiteiro, cobrindo-as bem. Coloque as bolinhas em uma das assadeiras preparadas, deixando 5cm de distância entre uma e outra – você vai assar uma assadeira por vez; enquanto isso mantenha a massa restante na geladeira: se ela amolecer demais os biscoitos se espalharão muito no forno.
Asse por 10-12 minutos ou até que os biscoitos se espalhem, craquelem e a massa pareça opaca.
Deixe esfriar completamente na assadeira sobre uma gradinha.
Guarde os biscoitos em um recipiente hermético em temperatura ambiente por até 4 dias.

Rend.: cerca de 50 biscoitos

sexta-feira, dezembro 09, 2011

Biscoitos de especiarias e amêndoas

English version

Almond spice wafers / Biscoitos de especiarias e amêndoas

Sábado passado fui pra cozinha determinada a preparar biscoitos para o pessoal do trabalho – afinal de contas eu precisava estrear um dos meus presentes de aniversário; estando numa onda natalina escolhe estes biscoitos de especiarias e amêndoas. Depois de preparar a massa – de maneira super rápida – coloquei o cilindro no freezer e fui ao cinema. Na volta, como sempre, fiz uma visita ao imdb.com assim que cheguei e que surpresa foi descobrir que este cara e o William Shakespeare do Roland Emmerich são a mesma pessoa. Uau. O maior camaleão de todos ficaria orgulhoso. ;)

“Anônimo” é o primeiro filme de Emmerich sobre o qual fiquei curiosa – quero vê-lo assim que entrar em cartaz por aqui; estes biscoitos, tão deliciosos e crocantes, foram os primeiros que testei do livro da Martha, mas não serão os últimos: o livro tem tantas receitas ótimas que não vejo a hora de usá-lo novamente.

Biscoitos de especiarias e amêndoas
um nadinha adaptados da bíblia de biscoitos da Martha

- xícara medidora de 240ml

1 ½ xícaras (210g) de farinha de trigo
½ colher (chá) de bicarbonato de sódio
1/8 colher (chá) de sal
1 colher (chá) de canela em pó
¾ colher (chá) de gengibre em pó
¼ colher (chá) de noz-moscada ralada na hora
1/8 colher (chá) de cravo em pó
½ xícara (113g) de manteiga sem sal, temperatura ambiente
¾ xícara (132g) de açúcar mascavo escuro – aperte-o na xícara na hora de medir
1 ovo grande
cerca de 3 colheres (sopa) de amêndoas em lascas

Em uma tigela média, misture a farinha, o bicarbonato, o sal, o gengibre, a noz-moscada e o cravo.
Na tigela grande da batedeira bata a manteiga e o açúcar em velocidade média por 4 minutos. Junte o ovo. Reduza para a velocidade baixa e acrescente os ingredientes secos, em três adições, e misture apenas até incorporar. Transfira a massa para um pedaço grande de papel manteiga e forme um cilindro de aproximadamente 4cm de diâmetro – como a Martha faz aqui. Feche as pontas e leve ao freezer até firmar bem, 2-3 horas.
Pré-aqueça o forno a 200°C; forre duas assadeiras grandes, de beiradas baixas, com papel manteiga.
Retire a massa do freezer e deixe amolecer levemente. Com uma faca afiada, corte fatias de 3mm de espessura e coloque em uma das assadeiras preparadas – você vai assar uma assadeira por vez e enquanto isso mantenha a massa restante no freezer, embrulhada no papel manteiga.
Arrume 2-3 fatias de amêndoa sobre cada fatia de massa e pressione bem levemente somente para que grudem na massa. Asse até que os biscoitos estejam bem dourados, 10-12 minutos. Deixe esfriar completamente na assadeira, sobre uma gradinha. Repita o procedimento com a massa restante.

Rend.: cerca de 45 biscoitos

quarta-feira, dezembro 07, 2011

Bolo mármore de gingerbread e amêndoa

English version

Marbled gingerbread almond loaf cake / Bolo mármore de gingerbread e amêndoa

Não é todo dia que vocês me ouvirão dizer (ou melhor, me lerão escrever) que eu escolheria um bolo de amêndoa em vez de um de limão siciliano: este bolo delicioso e bastante úmido me fez acreditar que o gengibre encontrou nas nuts um amiguinho melhor do nos cítricos.

Este bolo não cresceu e rachou no centro como eu esperava (e já o preparei duas vezes), por isso o reguei com a caldinha – no fim, ficou parecendo neve. :)

Bolo mármore de gingerbread e amêndoa
um nadinha adaptado do lindo Gingerbread

- xícara medidora de 240ml

Bolo:
1 ¼ xícaras (150g) de farinha para bolo*
¾ xícara (75g) de farinha de amêndoas
2 colheres (chá) de fermento em pó
¼ colher (chá) de sal
½ xícara (113g) de manteiga sem sal, temperatura ambiente
¾ xícara (150g) de açúcar granulado, de preferência orgânico
¼ xícara (44g) de açúcar mascavo claro – aperte-o na xícara na hora de medir
2 ovos grandes, de preferência orgânicos
¾ xícara (180ml) de leite integral, temperatura ambiente
½ colher (chá) de extrato de baunilha
¼ xícara (60ml) de melado de cana
1 ¼ colheres (chá) de gengibre em pó
1 colher (chá) de canela em pó
½ colher (chá) de cravo em pó

Cobertura:
¾ xícara (105g) de açúcar de confeiteiro
1 colher (chá) de suco de limão siciliano
1-2 colheres (chá) de água

Prepare o bolo: pré-aqueça o forno a 180°C. Unte com manteiga e enfarinhe uma forma de bolo inglês de 22,5x12,5x7,5cm**.
Em uma tigela média, misture bem a farinha para bolo, a farinha de amêndoas, o fermento e o sal. Reserve.
Na tigela grande da batedeira bata a manteiga até ficar cremosa. Junte o açúcar granulado e o açúcar mascavo e bata até obter um creme claro e fofo. Adicione os ovos, um a um, batendo por 2 minutos depois de cada adição (raspe as laterais da tigela ocasionalmente). Reduza para a velocidade baixa e incorpore a mistura de farinha alternando-a com o leite – comece e termine com os ingredientes secos.
Transfira metade da massa para uma outra tigela e acrescente a ela o extrato de baunilha. À massa da outra tigela adicione o melado e as especiarias. Coloque colheradas de ambas as massas na forma preparada e, com um palito de madeira ou uma faquinha sem ponta, misture levemente para criar o efeito marmorizado – não misture demais. Bata a forma na pia levemente para remover as bolhas de ar da massa. Asse por 50-55 minutos ou até que o bolo doure (faça o teste do palito). Deixe esfriar na forma, sobre uma gradinha, por 15-20 minutos e então desenforme com cuidado, transferindo o bolo para a grade e deixando esfriar completamente.
Prepare a cobertura: peneire o açúcar de confeiteiro em uma tigelinha e junte o suco de limão e a água aos poucos, misturando até obter a consistência desejada. Espalhe sobre o bolo frio.

* farinha para bolo caseira: para preparar 1 xícara de farinha para bolo retire 2 colheres (sopa) de 1 xícara (140g) de farinha de trigo comum e adicione 2 colheres (sopa) de amido de milho

** fiz ¾ da receita acima usando uma forma de 20x9cm

Rend.: 6-8 porções

segunda-feira, dezembro 05, 2011

White Christmas

English version

White Christmas

Folheando as edições de Natal antigas das minhas revistas DH encontrei esta receita de White Christmas – era fácil de fazer e parecia gostoso; as barrinhas rocky road de chocolate branco, morangos e cranberries secas que preparei há um tempo tinham sido um sucesso e estas barrinhas, pontilhadas de damascos secos e nuts, foram igualmente adoradas.

White Christmas
um nadinha adaptados da sempre maravilhosa DH magazine

350g de chocolate branco, bem picadinho
½ colher (chá) de gengibre em pó
2/3 xícara (100g) de amêndoas inteiras, sem a casca, tostadas e frias
70g de damascos secos, picados
¾ xícara (83g) de pecãs, tostadas, frias e picadas grosseiramente

Unte bem levemente com manteiga uma forma quadrada de 20cm e forre-a com papel alumínio (a manteiga vai servir simplesmente para manter o papel alumínio no lugar, para que ele não fique “dançando” na forma).
Coloque o chocolate em uma tigela refratária e leve ao banho-maria – sem deixar que a base da tigela toque a água – mexendo ocasionalmente até o chocolate derreter completamente. Retire do fogo, junte o gengibre, as amêndoas, os damascos e as pecãs e misture bem. Despeje a mistura na forma preparada e alise a superfície. Reserve até firmar, 2-3 horas (na receita a mistura é levada à geladeira, mas eu preferi não fazer isso).
Corte em barrinhas ou quadradinhos, remova o papel alumínio e sirva.

Rend.: 64 unidades

sexta-feira, dezembro 02, 2011

Biscoitos de gengibre com cobertura de limão siciliano

English version

Lemon laced gingernaps / Biscoitos de gengibre com cobertura de limão siciliano

Tive dezenas de apelidos na escola quando criança: alguns por ser muito pequenina, outros por ter sardas e outros ainda por ter a pele branca demais (algumas crianças são bichinhos bem cruéis). Dois apelidos dos quais mais me lembro: Super Vicky e Gasparzinho – sim, o Fantasminha Camarada. :S

A história dos apelidos me veio à mente quando assei esses biscoitos: eles são meio pálidos, não são? Mas não deixe que isso os engane: os biscoitos têm o sabor intenso das especiarias e são deliciosos.

Biscoitos de gengibre com cobertura de limão siciliano
adaptados do Baking for All Occasions e do Sweet Miniatures

- xícara medidora de 240ml

Biscoitos:
1 1/3 xícaras (186g) de farinha de trigo
½ colher (chá) de bicarbonato de sódio
¾ colher (chá) de gengibre em pó
½ colher (chá) de canela em pó
¼ colher (chá) de cravo em pó
1 pitada de pimenta do reino moída na hora
1 pitada de sal
85g de manteiga sem sal, amolecida
½ xícara + 1 ½ colheres (sopa) - 107g - de açúcar mascavo claro – aperte-o na xícara e na colher na hora de medir
2 colheres (sopa) de melado de cana
1 colher (sopa) de café frio – usei água

Cobertura:
1 colher (sopa) de manteiga sem sal, amolecida
½ xícara (70g) de açúcar de confeiteiro, peneirado
1 colher (sopa) de suco de limão siciliano

Peneire a farinha, o bicarbonato de sódio, as especiarias e o sal em uma tigela média e reserve.
Na tigela grande da batedeira bata a manteiga e o açúcar até obter uma mistura cremosa. Junte o melado e o café (ou água) e bata para incorporar. Em velocidade baixa, acrescente os ingredientes peneirados e misture apenas até incorporar. Transfira a massa para um pedaço grande de papel manteiga e forme um cilindro de aproximadamente 3,5cm de diâmetro – como a Martha faz aqui. Feche as pontas e leve à geladeira até firmar bem, 3-4 horas.
Pré-aqueça o forno a 180°C. Forre duas assadeiras grandes, de beiradas baixas, com papel manteiga.
Retire o cilindro de massa da geladeira, desembrulhe e corte em fatias de 5mm de espessura. Coloque nas assadeiras preparadas deixando 2,5cm de distância entre uma fatia e outra. Asse por 10-12 minutos ou até que os biscoitos comecem a firmar e aparentem estar secos na superfície.
Remova do forno e deixe esfriar completamente nas assadeiras, sobre uma gradinha.
Prepare a cobertura: em uma tigelinha, bata a manteiga, o açúcar e o suco de limão até obter um creme homogêneo. Transfira o creme para um saquinho de confeitar (que pode ser feito com um triângulo de papel manteiga) e decore os biscoitos como desejar. Deixe secar bem antes de guardar em um pote hermético, em temperatura ambiente (coloque um pedaço de papel manteiga em uma camada de biscoitos e outra).
Biscoitos decorados podem ser guardados assim por até 3 dias; sem a cobertura eles duram até 10 dias.

Rend.: cerca de 30 biscoitos

Related Posts with Thumbnails