domingo, julho 31, 2011

Muesli crocante de canela e uma pergunta importante para os leitores

English version

Cinnamon crunch muesli / Muesli crocante de canela

Terminei de ler "The Girl Who Kicked the Hornet's Nest", acabando assim a Millennium Trilogy – os livros são fantásticos e é uma pena que as aventuras de Lisbeth Salander tenham chegado ao fim. Minha idéia agora é ler um dos clássicos, talvez “Moby Dick”, mas ainda não estou bem certa. Por isso lhes peço sugestões: vocês me ajudariam a escolher a minha próxima leitura? Sou toda ouvidos. :D

Agora, se me dão licença, é muito cedo e ainda não tomei café da manhã – este muesli delicioso com um pouquinho de iogurte será perfeito.

Muesli crocante de canela
do lindíssimo Feed Me Now

- xícara medidora de 240ml

½ xícara + 1 colher (sopa) - 127g - de manteiga sem sal
1/3 xícara (58g) de açúcar mascavo claro
2 colheres (chá) de canela em pó
2 ¾ xícaras (316g) de aveia em flocos
1 xícara (150g) de amêndoas (com pele), picadas grosseiramente

Pré-aqueça o forno a 180°C. Forre uma assadeira grande com papel manteiga.
Coloque a manteiga, o açúcar e a canela em uma panela grande e leve ao fogo médio, mexendo até a manteiga derreter e o açúcar dissolver. Retire do fogo, junte a aveia e as amêndoas e misture bem para cobrir os ingredientes secos com a mistura de manteiga.
Espalhe a mistura na assadeira preparada e leve ao forno por cerca de 30 minutos, misturando algumas vezes, até dourar levemente. Deixe esfriar completamente e transfira para um recipiente hermético.
Sirva com leite, iogurte e/ou frutas.

Rend.: 16 porções

quinta-feira, julho 28, 2011

Torta de morango, água de rosas e avelã, música e um bônus culinário

English version

Strawberry and rose hazelnut tart / Torta de morango, água de rosas e avelã

Quanto eu tinha 10 anos ganhei o álbum Arena de uma prima que amo muito. Eu costumava ouvir o disco o tempo inteiro, todos os dias. Ainda tenho o vinil mas como não tenho toca-discos comprei o CD há alguns anos – adoro ouvi-lo enquanto dirijo para o trabalho ou voltando dele. É tão bom.
O CD tem duas faixas bônus, mas infelizmente “Girls on Film” e “Rio” são canções das quais nunca gostei (e continuo não gostando).

Como um dos meus discos mais queridos e favoritos, esta receita tem um bônus, também, mas neste caso é ótimo: além de uma torta deliciosa e refrescante de sobremesa, fiz também biscoitinhos super gostosos usando as sobras da massa. Os cookies são tão bons que dá até pra considerar adiar o preparo da torta completa e ficar só com a massa. :)

Torta de morango, água de rosas e avelã
um nadinha adaptada da sempre absurdamente linda e gostosa Australian Gourmet Traveller

- xícara medidora de 240ml

Massa de avelã e especiarias:
¾ xícara + ½ colher (sopa)- 176g - de manteiga sem sal, amolecida
1 xícara + 1 colher (sopa) - 148g - de açúcar de confeiteiro, peneirado
raspas da casca de 1 laranja
3 gemas
1 ¾ xícaras + ½ colheres (sopa) - 250g - de farinha de trigo
¾ xícara (75g) de farinha de avelãs (avelãs finamente moídas)
¾ xícara (75g) de farinha de amêndoas (amêndoas finamente moídas)
1 colher (chá) de canela em pó
½ colher (chá) de noz-moscada moída na hora
1 colher (chá) de fermento em pó

Recheio:
700g de morangos, sem os cabinhos e grosseiramente picados
1/3 xícara + ½ colher (sopa) - 72g - de açúcar refinado*
¼ xícara (30g) de amido de milho
raspas da casca + o suco de ½ laranja
3 colheres (chá)s de água de rosas
1 fava de baunilha, somente as sementinhas – abra a fava no sentido do comprimento e raspe as sementinhas com as costas da faca
creme de leite fresco, para pincelar
açúcar de confeiteiro, para polvilhar
creme de leite fresco batido ou crème fraîche, para servir

Comece preparando a massa: bata a manteiga, o açúcar de confeiteiro e as raspas de laranja na tigela grande da batedeira até obter uma mistura cremosa. Junte as gemas e bata para incorporar. Acrescente os ingredientes restantes e misture somente até combiná-los. Forme um disco com a massa, embrulhe em filme plástico e leve à geladeira até firmar (2-3 horas).
Abra 2/3 da massa entre dois pedaços grandes de papel manteiga levemente enfarinhados até obter a espessura de 3mm. Forre uma forma para tortas de 24cm de diâmetro, de fundo removível, com a massa e remova o excesso com uma faquinha. Fure toda a massa com um garfo e leve ao freezer até firmar (15 minutos). Abra o restante da massa entre dois pedaços grandes de papel manteiga levemente enfarinhados até obter um retângulo rústico de aproximadamente 24cm de comprimento. Mantenha a massa entre os pedaços de papel, coloque dentro de uma assadeira grande e leve à geladeira até firmar (15-20 minutos).
Pré-aqueça o forno a 180°C. Em uma tigela grande, misture os morangos, o açúcar, o amido de milho, as raspas e o suco de laranja e as sementinhas de baunilha. Transfira o recheio para a forma forrada de massa.
Retire o retângulo de massa da geladeira e remova o papel manteiga do topo da massa. Com o auxílio de um cortador de biscoitos da sua preferência, corte vários formatos da massa (o que usei tinha formato de gota e aproximadamente 3cm de comprimento). Arrume os cortes de massa sobre o recheio de morangos, de maneira aleatória, deixando uma parte do recheio aparente**. Pincele a massa com o creme de leite, coloque a forma dentro de uma assadeira de beiradas baixas e asse até que a massa doure e fique crocante (35-40 minutos). Deixe esfriar completamente sobre uma gradinha. Polvilhe com açúcar de confeiteiro e sirva com creme de leite batido ou crème fraîche.

* depois de provar a torta achei que faltou um tantinho de açúcar no recheio – prove os morangos antes de usá-los e ajuste a quantidade de açúcar de acordo com a doçura das frutas

** juntei todos os restinhos de massa, formatei em um rolinho – como a Martha faz aqui – e congelei até firmar. Fatiei, arrumei em uma assadeira forrada com papel manteiga, deixando 5cm de distância entre um e outro. Assei em forno pré-aquecido (180°C) até que dourassem na base e consegui biscoitinhos absolutamente deliciosos!

Rend.: 10 porções

terça-feira, julho 26, 2011

Bolo de pêra, maçã, açúcar mascavo e xarope de bordo

English version

Pear, apple, brown sugar and maple syrup cake / Bolo de pêra, maçã, açúcar mascavo e xarope de bordo

Quem gosta de cozinhar – como eu – fica bravo com receitas que não dão certo: acho totalmente natural se sentir assim sobre algo que envolve tempo, ingredientes ($$) e expectativas. Eu realmente fico uma fera às vezes, ao ponto de xingar como um personagem de filme de máfia. :D

Mas se a receita funciona e a comida fica gostosa, não ligo se alguns detalhes forem diferentes da receita – as frutas neste bolo, por exemplo, deveriam ter afundado na massa durante o tempo de forno, de acordo com o Nigel Slater; isso não ocorreu, mas não tem problema – acho até que o bolo ficou mais bonito assim.

Bolo de pêra, maçã, açúcar mascavo e xarope de bordo
um nadinha adaptado do absolutamente lindo Tender Volume II

- xícara medidora de 240ml

Mistura de frutas:
2 pêras maduras
1 maçã Granny Smith
1 ½ colheres (sopa) de manteiga sem sal
¼ colher (chá) de canela em pó
3 colheres (sopa) de xarope de bordo (maple syrup)

Bolo:
100g de manteiga sem sal, amolecida
¼ xícara (50g) de açúcar refinado
1/3 xícara (58g) de açúcar mascavo claro – aperte-o na xícara na hora de medir
1 xícara + 1 colher (sopa) - 150g - de farinha de trigo
1 colher (chá) de fermento em pó
½ xícara (50g) de farinha de amêndoas (amêndoas moídas)
3 ovos grandes
2 colheres (sopa) de leite integral, temperatura ambiente
1 colher (chá) de extrato de baunilha

Unte com manteiga uma forma redonda de 20cm de diâmetro. Forre a base da forma com um círculo de papel manteiga e unte o papel também.
Descasque as pêras e a maçã, retire os cabinhos, os miolos e as sementes e pique em cubinhos de cerca de 1cm. Coloque as frutas picadas em uma frigideira grande, junte a manteiga e a canela e cozinhe em fogo médio, mexendo ocasionalmente, até que as frutas fiquem macias, 5-8 minutos. Despeje o xarope de bordo, deixe a mistura borbulhar por alguns segundos, retire do fogo e deixe esfriar ligeiramente.
Pré-aqueça o forno a 180°C. Na tigela grande da batedeira, bata a manteiga e o açúcar até obter um creme claro e espesso. Em uma tigela média, peneire juntos a farinha, o fermento e o sal e acrescente a farinha de amêndoas. Em uma tigelinha, usando um garfo, bata os ovos, o leite e a baunilha. Acrescente os ingredientes secos à batedeira, alternando com a mistura de ovos, começando e terminando com os ingredientes secos. Transfira a massa para a forma preparada e alise a superfície. Às colheradas, espalhe as frutas sobre a massa. Asse o bolo por cerca de 40 minutos ou até que cresça e doure (faça o teste do palito). Deixe esfriar na forma, sobre uma gradinha.

Rend.: 8-10 porções

domingo, julho 24, 2011

Doughnuts assados recheados com ricota e limão siciliano - toda a gostosura dos doughnuts sem a chatice da fritura

English version

Baked lemon ricotta doughnuts / Doughnuts assados recheados com ricota e limão siciliano

Adoro doughnuts – assim como muitos de vocês, acredito – mas a idéia de fritá-los não me agrada nem um pouco. Não sou uma cozinheira chegada a frituras – gosto de comê-las, não de fazê-las. Por isso mesmo fiquei tão encantada com esta receita: os doughnuts são assados e ficaram lindos, super macios e absolutamente deliciosos.
O recheio é uma gostosura só – comi várias colheradas dele antes de montar os doughnuts. E não tenho a menor vergonha disso. :D

Doughnuts assados recheados com ricota e limão siciliano
um nadinha adaptados da sempre linda e deliciosa Australian Gourmet Traveller

- xícara medidora de 240ml

Massa:
5 1/3 xícaras (746g) de farinha de trigo, e um pouquinho extra para polvilhar
½ xícara + 3 ½ colheres (sopa) - 142g - de açúcar refinado
2 ¼ colheres (chá) - 7g - de fermento biológico seco
raspas da casca de 2 limões sicilianos
1 xícara (240ml) de leite integral morno, e um pouquinho extra para pincelar
1/3 xícara (80ml) de buttermilk*
2 ovos grandes, temperatura ambiente
2 colheres (sopa) de manteiga sem sal, derretida

Recheio de ricota e limão siciliano:
250g de ricota
¼ xícara (50g) de açúcar refinado
raspas da casca de 2 limões sicilianos
suco de 1 limão siciliano
1 ovo grande

Para servir:
½ xícara (113g) de manteiga sem sal
1 xícara (200g) de açúcar refinado
raspas da casca de 1 ½ limões sicilianos

Comece pela massa: misture a farinha, o açúcar, o fermento e as raspas de limão na tigela grande da batedeira. Usando o batedor em formato de gancho, misture os ingredientes. Em uma tigelinha, junte o leite, o buttermilk, os ovos e a manteiga derretida e misture bem com um garfo. Com a batedeira ligada, junte a mistura de ovos à tigela, e então bata em velocidade média até obter uma massa homogênea e elástica (4-5 minutos). Faça uma bola com a massa, coloque-a em uma tigela grande levemente untada com óleo, cubra com filme plástico e deixe crescer em um lugar quentinho e livre de correntes de ar até dobrar de volume (1 hora/1 hora e meia).

Enquanto isso, prepare o recheio: junte todos os ingredientes no processador de alimentos e processe até obter um creme homogêneo (1-2 minutos). Transfira para uma tigela, cubra com filme plástico e leve à geladeira por pelo menos 1 hora (caso contrário o recheio ficará fluido demais).

Dê um soquinho leve na massa para retirar o ar, transfira-a para uma superfície levemente enfarinhada e abra com o rolo até conseguir uma espessura de 5mm. Com o auxílio de um cortador de biscoitos redondo de 7,5cm de diâmetro corte 48 círculos de massa (junte os retalhos de massa, abra e corte novamente se necessário**). Coloque 1 colher (chá) cheia de recheio no centro de 24 círculos. Pincele as extremidades da massa com o leite, cubra com outro círculo de massa e aperte para fechar bem. Corte cada doughnut com um cortador de biscoito de 7cm de diâmetro, assim as extremidades ficarão bem seladas. Transfira os doughnuts para uma assadeira grande, forrada com papel manteiga. Cubra e deixe-os em um lugar quentinho, livre de correntes de ar, até que cresçam levemente. Asse por 10-12 minutos ou até que dourem levemente.

Pré-aqueça o forno a 190°C.

Enquanto isso, derreta a manteiga e reserve. Em uma tigelinha, coloque o açúcar e as raspas de casca de limão e esfregue-os com as pontas dos dedos, até aromatizar bem o açúcar. Retire os doughnuts do forno e mergulhe-os na manteiga e em seguida passe-os pelo açúcar aromatizado. Sirva ainda quentes.

* para fazer buttermilk em casa: coloque 1 colher (sopa) de suco de limão em uma xícara medidora de 240ml, complete com leite integral e aguarde 10 minutos para sorar; use todo o conteúdo da xícara na usa receita

** tentei aproveitar os retalhos de massa, mas ela endureceu e não consegui abrir com o rolo. Juntei as tirinhas que sobraram e fiz pequenas tranças com elas

Rend.: 24 doughnuts

quinta-feira, julho 21, 2011

Bolo de maracujá com sementes de papoula

English version

Passion fruit poppy seed pound cake / Bolo de maracujá e sementes de papoula

Comprei um saquinho de maracujás perfumados para preparar o sorvete de maracujá da Tessa Kiros, mas como ainda não tinha dado conta de terminar o sorvete de cheesecake de morango tive de achar outro uso para as frutas. Lembrei da minha amiga querida Ana, com quem eu conversara sobre o livro certa vez: contei a ela que comprara o livro mas que ainda não havia cozinhado nada dele, e isso me deixava desapontada. “Você tem que dar outra chance ao livro, é ótimo!”, ela disse. Pensei na nossa conversa e em seguida me lembrei do bolo lindo de maracujá que ela fizera um tempo atrás. Bingo!

Adoro quando uma coisa boa leva a outra – uma perfeita linha de raciocínio. :)

Passion fruit poppy seed pound cake / Bolo de maracujá e sementes de papoula

Bolo de maracujá com sementes de papoula
adaptado do Flour: Spectacular Recipes from Boston's Flour Bakery + Cafe, inspirado no bolo da Ana

- xícara medidora de 240ml

Bolo:
2 xícaras (240g) de farinha para bolo*
¾ colher (chá) de fermento em pó
¼ colher (chá) de sal
½ xícara + 3 colheres (sopa) - 156g - de manteiga sem sal, derretida e ainda morna
¼ xícara (60ml) de creme de leite fresco, temperatura ambiente
1 colher (chá) de extrato de baunilha
4 ½ colheres (sopa) de polpa de maracujá, sem sementes
3 colheres (sopa) de sementes de papoula
4 ovos grandes
1 ¼ xícaras (250g) de açúcar refinado

Cobertura de maracujá:
½ xícara (70g) de açúcar de confeiteiro, peneirado
1-2 colheres (sopa) de polpa de maracujá, sem sementes

Pré-aqueça o forno a 180°C. Unte levemente com manteiga uma forma de bolo inglês de 22,5x12,5cm**, forre com papel manteiga e unte o papel também.
Em uma tigela média, peneire juntos a farinha, o fermento e o sal. Reserve.
Em uma tigela grande, misture com um fuê a manteiga, o creme de leite, o extrato de baunilha, a polpa de maracujá e as sementes de papoula – a mistura deve ter consistência espessa, porém ainda líquida – se estiver muito espessa reaqueça até que a manteiga derreta novamente.
Na tigela grande da batedeira, bata os ovos e o açúcar em velocidade média por 4-5 minutos ou até obter um creme claro e fofo. Com o auxílio de uma espátula de silicone, misture os ingredientes secos à mistura de ovos, mexendo gentilmente, de baixo para cima, somente até combinar os ingredientes. Junte ¼ da mistura de ovos à mistura de manteiga, misturando gentilmente para deixá-la mais leve. Acrescente o restante da mistura de ovos e misture até incorporar tudo. Despeje a massa na forma preparada e asse por cerca de 1 hora ou até que o bolo cresça e doure bem (faça o teste do palito). Deixe esfriar na forma sobre uma gradinha por pelo menos 30 minutos. Desenforme com cuidado sobre a gradinha e deixe esfriar completamente.
Prepare a cobertura: em uma tigelinha, misture o açúcar de confeiteiro e a polpa de maracujá até homogeneizar. Despeje sobre o bolo e deixe secar por pelo menos 20 minutos antes de servir.
O bolo pode ser guardado embrulhado em plástico por até 3 dias em temperatura ambiente.

* farinha para bolos caseira: retire 2 colheres (sopa) de 1 xícara (140g) de farinha de trigo comum e adicione 2 colheres (sopa) de amido de milho

** fiz exatamente a receita acima usando uma forma de bolo inglês de 20x9cm

Rend.: 8 porções

terça-feira, julho 19, 2011

Brownies com caramelo e mudando de idéia em minutos

English version

Caramel brownies / Brownies com caramelo

Uma das minhas implicâncias culinárias – e eu tenho várias – é que detesto receitas em que haja sobra de cobertura/recheio/qualquer outra coisa: imediatamente perco a vontade de prepará-la, porque sei que a cobertura/recheio/qualquer outra coisa vai acabar indo pro lixo.

Depois de muito adiar, resolvi preparar estes brownies, mesmo sabendo que sobraria caramelo. OK, vou abrir uma exceção. O engraçado foi que passei de “droga, sobrou tudo isso de caramelo” para “droga, só sobrou isso de caramelo!” em questão de minutos – foi só provar uma colherada do danado. :D

Viram? Mudo de idéia a respeito de outras coisas além de filmes. :D

Brownies com caramelo
um nadinha adaptados do lindão Baked Explorations

- xícara medidora de 240ml

Caramelo:
1 xícara (200g) de açúcar refinado
2 colheres (sopa) de glucose de milho (usei Karo)
½ xícara (120ml) de creme de leite fresco
½ colher (chá) de flor de sal – usei Maldon
¼ xícara de creme azedo (sour cream)*

Brownie:
1 ¼ xícaras (175g) de farinha de trigo
1 colher (chá) de sal
2 colheres (sopa) de cacau em pó, sem adição de açúcar
308g de chocolate amargo (60-72% de cacau), picado – usei 100g de chocolate 70% + 208g de chocolate 53%
1 xícara (226g) de manteiga sem sal, picada
1 ½ xícaras (300g) de açúcar granulado
½ xícara (88g) de açúcar mascavo claro – aperte-o na xícara na hora de medir
5 ovos grandes
2 colheres (chá)s de extrato de baunilha

Prepare o caramelo: em uma panela média, junte o açúcar e a glucose de milho com ¼ xícara (60ml) de água, misturando com cuidado para evitar que os ingredientes espirrem nas laterais da panela. Leve ao fogo alto, sem mexer, até obter um caramelo bem dourado, 6-8 minutos. Retire do fogo e aos poucos junte o creme de leite seguido da flor de sal, misturando com bastante cuidado pois a mistura vai borbulhar loucamente. Acrescente o creme azedo e misture. Deixe esfriar completamente.

Agora, o brownie: pré-aqueça o forno a 180°C. Unte com manteiga uma assadeira de metal ou vidro de 22,5x32,5cm** (evite usar assadeira antiaderente), forre com papel alumínio deixando uma sobra de 5cm em dois lados opostos, formando “alças”. Unte o papel alumínio também.
Em uma tigela média, misture a farinha, o sal e o cacau em pó.
Coloque o chocolate e a manteiga em uma tigela refratária grande e leve ao banho-maria (fogo baixo), mexendo ocasionalmente, até que os ingredientes derretam. Desligue o fogo mas mantenha a tigela em banho-maria. Acrescente o açúcar granulado e o mascavo, misturando até combiná-los. Retire a tigela do banho-maria – a mistura deve estar em temperatura ambiente.
Adicione 3 ovos, misturando somente até incorporá-los. Junte os ovos restantes e misture novamente só até combiná-los. Misture a baunilha, sem bater a massa em demasia, ou os seus brownies terão textura de bolo.
Salpique os ingredientes secos sobre a massa e, usando uma espátula de silicone, incorpore-os à massa somente até que alguns traços dos ingredientes permaneçam visíveis.

Montagem: despeje metade da massa de brownie na assadeira preparada. Regue com ¾ xícara do caramelo, fazendo um zigue-zague sobre a massa, sem deixar que o caramelo toque as laterais da panela para que não queime no forno. Espalhe-o sobre a massa com o auxílio de uma espátula. Cubra o caramelo com a massa restante de brownie, colocando colheradas da massa sobre o caramelo e, em seguida, espalhando levemente com a espátula. Cubra o caramelo completamente.
Asse por 30 minutos, girando a forma na metade do tempo, e faça o teste do palito: ele deverá sair com algumas migalhas de brownie (eu precisei assar os meus brownies por 45 minutos).
Retire do forno e deixe esfriar completamente sobre uma gradinha. Corte em quadradinhos e sirva, coberto com o caramelo restante, se quiser.

* creme azedo (sour cream) caseiro: em uma tigelinha, misture ¼ xícara (60ml) de creme de leite fresco com 1 colher (chá) de suco de limão ou limão siciliano, misturando até que comece a engrossar. Cubra com filme plástico e deixe em temperatura ambiente até engrossar um pouco mais, cerca de 1 hora.

** fiz exatamente a receita acima e usei uma assadeira de 20x30cm

Makes 16 brownies grandes

domingo, julho 17, 2011

Sopa de ervilha, a formatura da minha irmã e caipirinhas em excesso

English version

Pea soup / Sopa de ervilha

Eu gostaria de poder dizer que fiz esta sopa por um motivo nobre, mas a verdade é que a preparei para o almoço por causa de uma ressaca colossal. :S

Tudo começou na noite anterior: fomos à formatura da minha irmã – sou velha e falo “colegial” em vez de “ensino médio”, ok? – e nos divertimos muito por lá (derramei algumas lágrimas durante a cerimônia, confesso). Durante a festa, meu irmão me disse que eu “tinha que provar” as caipirinhas que estavam sendo servidas. Tomei uma tradicional, de limão. Estava bem boa. Daí ele me disse que a de morango estava uma delícia. E a de kiwi. E a de maracujá. E, é claro, a caipirinha de abacaxi também. Na manhã seguinte eu estava um bagaço: minha cabeça pronta para explodir, o João tinha ido trabalhar (eu estava de férias) e não tinha nada na geladeira. Minha salvação foi um saquinho de ervilhas congeladas e umas fatias de pão.

De qualquer modo, a sopa ficou saborosa e foi fácil de fazer – por isso a compartilho com vocês hoje.

Sopa de ervilha
da sempre linda e deliciosa Donna Hay magazine

- xícara medidora de 240ml

½ colher (sopa) de azeite de oliva
½ cebola, bem picadinha
2 ½ xícaras de ervilhas congeladas
2 ½ xícaras (600ml) de caldo de galinha ou legumes
sal e pimenta do reino moída na hora
¼ xícara de creme azedo (sour cream)*

Aqueça uma panela média em fogo alto. Acrescente o azeite e a cebola e refogue por 2-3 minutos ou até que a cebola esteja macia. Junte as ervilhas, o caldo, o sal e a pimenta. Deixe ferver e então cozinhe por 5 minutos ou até que as ervilhas estejam macias. Retire do fogo e bata no processador/liquidificador ou use um mixer diretamente na panela até obter um creme homogêneo – com bastante cuidado, pois o líquido pode espirrar.
Transfira a sopa para tigelinhas e cubra com uma colherada de creme azedo. Salpique com um pouquinho de pimenta do reino e sirva.

* creme azedo (sour cream) caseiro: em uma tigelinha, misture ¼ xícara (60ml) de creme de leite fresco com 1 colher (chá) de suco de limão ou limão siciliano, misturando até que comece a engrossar. Cubra com filme plástico e deixe em temperatura ambiente até engrossar um pouco mais, cerca de 1 hora.

Rend.: 2 porções

quinta-feira, julho 14, 2011

Bolo mármore de tangerina e chocolate com cobertura de tangerina

English version

Tangerine chocolate marble cake with tangerine icing / Bolo mármore de tangerina e chocolate com cobertura de tangerina

Sempre lhes conto sobre receitas que dão errado e de como não desisto delas. Este bolo é um mais ou menos um exemplo: fiz o bolo mármore de chocolate e laranja da revista DH (#44) e ficou muito ruim – aquela quantidade de massa não caberia em uma forma com capacidade para 8 xícaras, mas insisti em confiar na receita. O bolo embatumou e foi todo pro lixo. :(

Decidi prepará-lo novamente – adoro bolo mármore – e usei uma receita um tantinho diferente (porém da mesma fonte) e uma forma maior. Tangerinas substituíram as laranjas em metade da massa, fazendo companhia à parte de chocolate. O bolo ficou uma delícia.

Ainda no clima de “não desistir nunca”, terminei de assistir a “Na Mira do Chefe” – mal posso acreditar em como eu estava enganada. O filme é ótimo e foi direto pra minha lista. ;)

Bolo mármore de tangerina e chocolate com cobertura de tangerina
um nadinha adaptado do sempre maravilhoso e infalível Modern Classics Book 2

- xícara medidora de 240ml

Bolo:
250g de manteiga sem sal, amolecida
1 1/3 xícaras + 1 colher (sopa) - 278g - de açúcar refinado
1 colher (chá) de extrato de baunilha
4 ovos grandes
2 ¼ xícaras (315g) de farinha de trigo
2 ¼ colheres (chá) de fermento em pó
1 pitada de sal
1 xícara (240ml) de leite integral, temperatura ambiente
¼ xícara (23g) de cacau em pó, sem adição de açúcar, peneirado
raspas da casca de 3 tangerinas
2 colheres (sopa) de açúcar refinado, extra
1 colher (sopa) de leite integral, extra

Cobertura:
1 xícara (140g) de açúcar de confeiteiro
1 colher (sopa) de suco de tangerina, ou mais, se necessário

Pré-aqueça o forno a 180°C. Unte generosamente com manteiga uma forma canelada (do tipo Bundt) com capacidade para 10 xícaras de massa.
Coloque a manteiga, o açúcar e a baunilha na tigela grande da batedeira e bata até obter um creme claro e fofo. Junte os ovos, um a um, batendo bem a cada adição (raspe as laterais da tigela com uma espátula de silicone ocasionalmente).
Peneire a farinha, o fermento e o sal sobre a massa e misture com espátula, juntando também o leite. Despeje metade da massa em outra tigela. A uma delas, junte as raspas de tangerina e misture. À outra, junte o cacau, o açúcar extra e o leite extra e misture. Vá despejando colheradas alternadas de ambas as massas na forma preparada. Com uma faquinha sem ponta, misture levemente as massas para criar o efeito marmorizado. Asse por 50-55 minutos ou até que cresça e doure (faça o teste do palito). Deixe esfriar na forma sobre uma gradinha por 20 minutos e então desenforme com cuidado, colocando o bolo sobre a gradinha e deixando esfriar completamente (se usar uma forma de silicone siga as instruções do fabricante).
Prepare a cobertura: peneire o açúcar em uma tigela e vá adicionando o suco de tangerina, mexendo, até conseguir a consistência desejada. Espalhe sobre o bolo já frio.

Rend.: 10-12 porções

terça-feira, julho 12, 2011

Sorvete de cheesecake de morango e um filme pra lá de assustador

English version

Strawberry cheesecake ice cream / Sorvete de cheesecake de morango

Cheguei à conclusão de que atualmente a minha coragem se resume a tomar sorvete (esse aí da foto, delicioso) em dias bastante frios.

Minha irmã queria ver “Sobrenatural” e como não consigo dizer “não” a ela fui junto. Passei metade do filme com os olhos fechados e ainda assim tive pesadelos por vários dias. Ela saiu do cinema rindo, dizendo que o filme não dava medo nenhum, enquanto eu dirigi para casa desejando, secretamente, que o meu marido já tivesse chegado para que eu não precisasse tomar banho sozinha no apartamento. :S

E pensar que assisti a “A Entidade” nos meus dias de adolescência... Que vergonha. :D

Strawberry cheesecake ice cream / Sorvete de cheesecake de morango

Sorvete de cheesecake de morango
adaptado do sempre ótimo e delicioso The Perfect Scoop, inspirado pelo lindo Beyond the Plate

- xícara medidora de 240ml

Sorvete de cheesecake:
225g de cream cheese
¼ xícara (60ml) de leite integral
1 ¼ xícaras (300ml) de creme de leite fresco
raspas da casca de 1 limão siciliano
1 colher (sopa) de suco de limão siciliano
2/3 xícara (133g) de açúcar refinado
1 pitada de sal

Calda de morango:
250g de morangos, sem os cabinhos
1 ½ colher (sopa)s de açúcar refinado – ou a gosto
2 colheres (chá) de suco de limão siciliano

Com o auxílio de uma colher, “corte” o cream cheese em pedaços e coloque no processador de alimentos ou no liquidificador. Junte o leite, o creme de leite, as raspas e o suco de limão, o açúcar e o sal e processe/bata até obter um creme bem homogêneo. Transfira para uma tigela, cubra e leve à geladeira até ficar bem gelado.
Enquanto isso, prepare a calda de morango: coloque os morangos, o açúcar e o suco de limão no liquidificador e bata até obter uma calda bem homogênea. Passe por uma peneira fina para retirar as sementes. Leve à geladeira também.
Prepare o sorvete na sorveteira seguindo as instruções do fabricante. No final do processo acrescente aos poucos a calda de morango, deixando parte dela se misturar ao sorvete e parte criar um efeito marmorizado. Transfira para um recipiente hermético e leve ao freezer por pelo menos 4 horas antes de servir.

Rend.: cerca de 3 xícaras (750ml)

domingo, julho 10, 2011

Rigatoni com brócolis - comida deliciosa e rapidíssima

English version

Broccolini rigatoni / Rigatoni com brócolis

Adoro ficar na cozinha preparando coisas gostosas mas isso não me impede de gostar de refeições rápidas também – elas têm sido bem úteis nestes dias super frios em que tudo o que quero é me enrolar nas cobertas e ler ou ver TV.

Depois de assistir a vários episódios do maravilhoso “Refeições de Jamie Oliver em 30 minutos” acabei comprando o livro – que é absolutamente lindo – e a primeira receita testada foi esta: é época de brócolis e o marido adora. Logo de cara o prato se tornou um dos favoritos dele – e só eu sei o quão raramente isso acontece. :)

Rigatoni com brócolis
um pouquinho adaptado do fantástico Jamie Oliver's Meals in Minutes; comprei o livro pela amazon.co.uk

250g de brócolis ou brócolis ninja
½ cebola pequena
1 dente de alho
1 colher (sopa) de alcaparras, enxaguadas e drenadas
1 colher (sopa) de azeite de oliva
sal e pimenta do reino moída na hora
raspas da casca de ½ limão siciliano
alguns galhinhos de tomilho fresco - remova as folhinhas para usar
200g de rigatoni
1 punhado generoso de parmesão ralado, e um pouquinho extra para servir
1 punhado de folhas de manjericão

Remova todos os talinhos dos brócolis e reserve os buquês. Coloque os talinhos no processador de alimentos com a cebola, o alho, e as alcaparras e processe até obter uma pasta pedaçuda.
Aqueça o azeite em uma panela grande e adicione a pasta do processador. Refogue em fogo médio, mexendo ocasionalmente. Acrescente ¼ de água quente, tempere com sal, pimenta do reino, as raspas de limão e as folhinhas de tomilho e misture.
Enquanto isso, cozinhe o rigatoni em uma panela grande de água fervente com um pouco de sal até o macarrão ficar al dente. Adicione os buquês de brócolis no final do cozimento do macarrão para que os brócolis fiquem cozidos al dente também. Escorra o macarrão e os brócolis, reservando ½ xícara (120ml) da água do cozimento. Transfira o macarrão e os brócolis para a panela com o refogado, junte o parmesão e o manjericão e misture gentilmente para combinar. Se necessário, acrescente um pouco da água reservada para diluir um pouco o molho.
Regue com azeite, salpique com mais parmesão e sirva imediatamente.

Rend.: 2 porções

quinta-feira, julho 07, 2011

Croustade de maçã e cranberry com massa de polenta e mais um favorito da infância

English version

Apple-cranberry croustade with cornmeal crust / Torta de maçã e cranberry com massa de polenta

Como ando meio nostálgica ultimamente comprei uma quantidade absurda de maçãs Granny Smith semana passada – esta era a minha maçã favorita quando criança (na verdade, ainda é) e só perdiam para os morangos em um concurso de frutas favoritas. Meu pai achava curioso eu gostar de algo tão azedo sendo tão pequena – talvez tenha sido um sinal do futuro azedo que me aguardaria em termos de preferências de sabor. ;)

Incapaz de comer todas aquelas maçãs sozinha – acreditem, bem que tentei – decidi preparar algo doce com elas. E uma croustade deliciosa foi o resultado – para quem não encontra cranberries secas facilmente, passas podem ser ótimas substitutas: coloque-as em uma tigelinha com um pouco de rum e aguarde até que elas fiquem gordinhas e saborosas.

Croustade de maçã e cranberry com massa de polenta
adaptada do sempre maravilhoso e delicioso Bon Appetit Desserts

- xícara medidora de 240ml

Massa:
2/3 xícara (94g) de farinha de trigo
¼ xícara (35g) de açúcar de confeiteiro
2 ½ colheres (sopa) de polenta
1 pitada de sal
¼ xícara + 1 colher (sopa) - 70g - de manteiga sem sal, gelada e picada
1 ovo grande gelado, levemente batido com um garfo

Recheio:
1 ½ colheres (sopa) - 21g - de manteiga sem sal
670g (cerca de 3 médias) maçãs do tipo Granny Smith, descascadas, cabinhos e sementes removidos, cada uma delas cortada em 12 fatias
3 colheres (sopa) de açúcar refinado
½ colher (chá) de canela em pó
¼ xícara (28g) de cranberries secas
leite integral, para pincelar
1 colher (sopa) de açúcar demerara, para salpicar

Comece preparando a massa: coloque a farinha, o açúcar de confeiteiro, a polenta e o sal no processador de alimentos e pulse para combinar. Junte a manteiga e vá pulsando até consegui uma mistura que pareça uma farofa grossa. Junte o ovo aos poucos, pulsando, até que a massa comece a se juntar em grandes bolas – você pode não precisar usar todo o ovo. Forme uma bola com a massa, achate-a formando um disco e embrulhe em filme plástico. Leve à geladeira por pelo menos 1 hora.
Prepare o recheio: derreta a manteiga em uma frigideira ou panela grande, em fogo médio-alto. Junte as maçãs e salpique com o açúcar refinado. Cozinhe, virando as maçãs ocasionalmente, até que elas dourem bem, cerca de 12 minutos – faça isso com cuidado para que as fatias de maçã não se quebrem. Salpique com a canela, junte as cranberries, misture levemente e deixe esfriar completamente.
Monte a croustade: pré-aqueça o forno a 200°C. Com um rolo, abra a massa entre dois pedaços grandes de papel manteiga levemente enfarinhados até obter um círculo de aproximadamente 30cm de diâmetro – se a massa estiver molinha demais, coloque-a no freezer, ainda entre os pedaços de papel, por 5 minutos.
Transfira a massa, ainda entre os pedaços de papel, para uma assadeira grande e espessa, de beiradas baixas. Retire o papel de cima da massa (mantenha o papel de baixo). Começando pelo centro do círculo, arrume as fatias de maçãs, espalhando-as em direção às extremidades da massa, mas deixando 3,5-5cm de bordas sem recheio. Com o auxílio do papel, vá dobrando as extremidades da massa sobre uma parte do recheio. Pincele as bordas de massa com o leite e salpique tanto as bordas quanto o recheio com o açúcar demerara.
Asse até que a massa comece a dourar, cerca de 15 minutos. Reduza a temperatura do forno para 190°C e asse por mais 20-25 minutos ou até que a massa doure totalmente e recheio esteja aquecido. Deixe amornar ainda na forma, sobre uma gradinha, e então passe uma faca fina por baixo da torta para soltá-la do papel. Use o fundo removível de uma forma grande para transferir a croustade para um prato de servir.

Rend.: 6 porções

terça-feira, julho 05, 2011

Cupcakes de limão, um sonho doido e 5 anos de blog

English version

Lime cupcakes / Cupcakes de limão e 5 anos de blog

Tive um sonho doido há algumas noites: sonhei que estavam planejando um remake de “Blade Runner” (vocês não imaginam o quanto eu adoro esse filme) e que Daniel Craig fora escolhido para o papel de Roy Batty. Não sei o que vocês acham, mas no meu sonho parecia uma sábia decisão. :D

Acho que a única coisa que amo mais do que filmes são os sabores cítricos. Por isso, aqui estão: cupcakes de limão. Aproveito os cupcakes para comemorar 5 anos deste blog, cujo aniversário foi ontem.

Cupcakes de limão
um nadinha adaptados do fantástico Bon Appetit Desserts

- xícara medidora de 240ml

Bolinhos:
1 ¾ xícaras (245g) de farinha de trigo
¾ colher (chá) de fermento em pó
1 pitada de sal
½ xícara (113g) de manteiga sem sal, temperatura ambiente
1 ¼ xícaras (250g) de açúcar refinado
2 ovos grandes
1 colher (sopa) de raspas de casca de limão tahiti
3 colheres (sopa) de suco de limão tahiti
¾ xícara (180ml) de buttermilk*

Cobertura:
225g de cream cheese, temperatura ambiente
½ xícara (113g) de manteiga sem sal, temperatura ambiente
1 ½ xícaras (210g) de açúcar de confeiteiro, peneirado
1 colher (sopa) de raspas de casca de limão tahiti
½ colher (chá) de extrato de baunilha

Pré-aqueça o forno a 180°C. Forre uma forma para muffins com 12 cavidades – 1/3 xícara (80ml) cada – com forminhas de papel.
Misture a farinha, o fermento em pó e o sal em uma tigela e reserve.
Na tigela grande da batedeira, bata a manteiga até ficar cremosa. Junte o açúcar e bata até obter um creme claro e fofo. Junte os ovos, um a um, batendo bem a cada adição. Raspe as laterais da tigela algumas vezes. Junte o suco e as raspas de limão e bata (a massa pode parecer talhada, mas não tem problema). Em velocidade baixa, acrescente os ingredientes secos em três adições, alternando com o buttermilk, este em duas adições. Encha cada forminha de papel até 1/3 de sua capacidade**. Asse por 20 minutos ou até que os bolinhos cresçam e comecem a dourar (faça o teste do palito). Deixe esfriar na forma por 10 minutos e então transfira com cuidado para uma gradinha para que esfriem completamente.

Prepare a cobertura: coloque o cream cheese e a manteiga na tigela grande da batedeira e bata até combiná-los bem. Junte o açúcar, as raspas de limão e a baunilha e bata novamente. Espalhe sobre os bolinhos já frios.

* para fazer buttermilk em casa: coloque 1 colher (sopa) de suco de limão em uma xícara medidora de 240ml, complete com leite integral e aguarde 10 minutos para sorar; use todo o conteúdo da xícara na usa receita

** a cobertura é bem molinha, por isso há a necessidade de “espaço” dentro da forminha para “acomodá-la”; enchi cada forminha até a metade e ainda assim sobrou espaço para a cobertura

Rend.: 12 unidades – fiz metade da receita acima e consegui 9 bolinhos

domingo, julho 03, 2011

Cookies com gotas de chocolate e amendoim

English version

Chocolate chip peanut cookies / Cookies com gotas de chocolate e amendoim

Quando eu era criança o meu chocolate favorito era o Krot, lembram? Chocolate com amendoim. Meu pai trazia uma barrinha às vezes ao voltar do trabalho e a minha mãe me deixava comê-la somente depois do jantar (é claro), quando eu sentava no sofá e ficava lendo gibi até a hora de dormir.

Morder um destes cookies me fez instantaneamente lembrar daquelas barrinhas de chocolate – a diferença foi que desta vez eu estava lendo uma graphic novel em vez dos gibis. :D

Cookies com gotas de chocolate e amendoim
um pouquinho de nada adaptados do The Commonsense Kitchen

- xícara medidora de 240ml

2 1/3 xícaras (325g) de farinha de trigo
¾ colher (chá) de fermento em pó
½ colher (chá) de sal
1 xícara (226g) de manteiga sem sal, temperatura ambiente
1 xícara + 2 colheres (sopa) - 200g - de açúcar mascavo claro – aperte-o na xícara e na colher na hora de medir
2 ovos grandes
2 colheres (chá) de extrato de baunilha
2 ½ xícaras (437g) de gotas de chocolate meio-amargo
1 ½ xícaras (225g) de amendoim torrado e salgado

Pré-aqueça o forno 180°C. Forre duas assadeiras grandes, de beiradas baixas, com papel manteiga.
Em uma tigela média, peneire juntos a farinha, o fermento em pó e o sal.
Na tigela grande da batedeira, bata a manteiga e o açúcar só até obter um creme homogêneo. Junte os ovos, um a um, a baunilha e bata. Com o auxílio de uma espátula de silicone, misture os ingredientes secos, seguidos das gotas de chocolate e dos amendoins.
Coloque porções de 1 colher (sopa) levemente cheia de massa nas assadeiras preparadas, deixando 5cm de distância entre uma e outra. Asse somente até que os topos dos cookies não estejam mais brilhantes, 10-12 minutos. Deixe os cookies esfriarem nas assadeiras por um momento, e em seguida transfira para uma gradinha para que esfriem completamente.

Rend.: cerca de 3 dúzias de cookies – fiz metade da receita acima e ainda assim consegui 32

sexta-feira, julho 01, 2011

Tortinhas linzer de geléia de framboesa e vinho do Porto + uma lista dos filmes que amo

English version

Raspberry Port linzer tartlets / Tortinhas linzer de geléia de framboesa e vinho do Porto

Finalmente terminei algo que por muito tempo quis fazer: uma lista dos meus filmes favoritos – os que realmente amo. Foi bem difícil montar a lista – e creio ter esquecido algumas coisas, só o tempo dirá – mas também foi bem divertido fazê-lo. Está publicada aqui, se estiverem curiosos. :)

Estas lindas tortinhas foram um desafio parecido: foi difícil manusear a massa – esfarelava demais – mas o sabor é tão bom que compensa o perrengue. E o recheio é uma delícia, também – geléia de framboesa “temperada” com bebida? Tô dentro. ;)

Tortinhas linzer de geléia de framboesa e vinho do Porto
um nadinha de nada adaptadas do The Boozy Baker

- xícara medidora de

Massa:
1 ½ xícaras (157g) de amêndoas em lâminas
2/3 xícaras (133g) de açúcar refinado
2 xícaras (280g) de farinha de trigo
1 colher (chá) de canela em pó
½ colher (chá) de fermento em pó
¼ colher (chá) de sal
¾ xícara (170g) de manteiga sem sal, amolecida
3 gemas grandes

Recheio:
1 ½ xícaras de geléia de framboesa
3 colheres (sopa) de vinho do Porto

Comece preparando a massa: coloque as amêndoas e 1/3 xícara (66g) do açúcar no processador de alimentos e pulse até moer as amêndoas e obter uma textura de farinha grossa. Junte o açúcar restante, a farinha, a canela, o fermento em pó e o sal e pulse para misturar. Junte a manteiga e as gemas e processe até que uma massa comece a se formar. Transfira a massa para uma superfície limpa e seca e sove levemente para amalgamar as migalhas. Divida a massa em dois pedaços, um ligeiramente maior do que o outro, forme discos com ambos e embrulhe-os em filme plástico. Leve à geladeira por pelo menos 30 minutos.
Prepare o recheio: coloque a geléia em uma tigelinha e misture com um garfo, para soltar os gruminhos e deixá-la mais homogênea. Acrescente o vinho e misture.
Pré-aqueça o forno a 180°C. Coloque o pedaço maior de massa entre dois pedaços grandes de papel manteiga levemente polvilhados com farinha e abra-o com o rolo até obter um círculo de 30cm de diâmetro. Transfira para uma forma de torta de 23cm, de fundo removível, e pressione para cobrir o fundo e as laterais da forma.
Abra com o rolo o segundo pedaço de massa até conseguir outro círculo de 30cm. Corte em tirinhas, transfira-as para uma assadeira e coloque no freezer por 15 minutos.
Espalhe o recheio sobre a massa na forma e alise a superfície. Retire as tirinhas de massa do freezer e arrume-as sobre o recheio, metade horizontalmente e a outra metade na vertical, formando uma cobertura de treliça.
Asse por cerca de 40 minutos ou até que a massa doure bem e o recheio esteja borbulhando. Deixe esfriar completamente na forma, sobre uma gradinha. Retire o aro da forma, corte a torta em fatias e sirva.

Rend.: 8 porções – fiz metade da receita acima, usei forminhas de tartelette de 9cm e consegui 6 tortinhas

Related Posts with Thumbnails