sexta-feira, abril 29, 2011

Brownies com manteiga de amendoim + seus comentários em um certo post

English version

Peanut butter brownie / Brownies com manteiga de amendoim

Andei pensando nos comentários que vocês deixaram no post sobre o livro de receitas da Gwyneth Paltrow e acho que posso ter sido mal-interpretada por alguns: concordo com o fato de que certas pessoas são naturalmente magras e podem comer o que quiserem sem ganhar um grama sequer – tenho primas e amigas assim. Nada de errado com elas – eu bem que gostaria de ser assim! :D
Também não acho que ser gordinho é pré-requisito para um bom cozinheiro – estava brincando com a história de cozinheiros/cookies magrinhos. GP como cozinheira não me convence, mas adoro a Sophie Dahl, por exemplo. Questão de gosto, sei disso.

E já que não faço parte do abençoado grupo de pessoas que pode comer todos os doces do mundo, fiz estes brownies, comi um – estava uma delícia – e mandei os outros quadradinhos para o meu sobrinho; ele pratica um montão de esportes e vai queimar estas calorias num instante. :D

Brownies com manteiga de amendoim
um nadinha adaptados do DamGoodSweet: Desserts to Satisfy Your Sweet Tooth, New Orleans Style

- xícara medidora de 240ml

½ xícara (113g) de manteiga sem sal, picada
252g de chocolate meio-amargo ou amargo (66-72% de cacau), bem picadinho
2 ovos grandes
1 xícara (175g) de açúcar mascavo claro – aperte-o na xícara na hora de medir
2 colheres (chá) de extrato de baunilha
¼ colher (chá) de sal
1/3 xícara (47g) de farinha de trigo
½ xícara de manteiga de amendoim do tipo “chunky”*

Pré-aqueça o forno a 160°C. Unte levemente com manteiga uma forma quadrada de 20cm, forre com papel alumínio deixando sobras em dois lados opostos, formando “alças”; unte o papel.
Junte o chocolate e manteiga em uma tigela refratária grande e leve ao banho-maria, sem deixar que o fundo da tigela toque a água. Mexa constantemente até derreter os ingredientes completamente. Retire do fogo e junte os ovos, o açúcar, a baunilha e o sal, mexendo bem até incorporar. Acrescente a farinha, misture bem, e transfira a massa para a forma preparada. Alise a superfície.
Espalhe colheradinhas (chá) de manteiga de amendoim sobre toda a massa, e em seguida misture-as levemente à massa com o auxílio de um garfo – não misture demais, a idéia aqui é obter um efeito marmorizado. Asse por cerca d 30 minutos ou até que a superfície do brownie fique opaca e pareça seca (as porções de manteiga de amendoim ainda parecerão úmidas). Deixe esfriar completamente na forma, sobre uma gradinha. Corte em quadradinhos para servir.

* vale a pena investir um pouquinho mais de $$ e comprar manteiga de amendoim americana – faz muita diferença

Rend.: 16 porções

quarta-feira, abril 27, 2011

Financiers de baunilha com sementes de cacau

English version

Nibby financiers / Financiers de baunilha com sementes de cacau

Certos cheiros, filmes, canções – e até mesmo certas palavras – automaticamente lembram certas pessoas. No caso de hoje, é comida que me traz duas amigas queridas à mente – para mim, é impossível fazer financiers sem pensar na @liliantrigo e na Paula. :D

Nibby financiers / Financiers de baunilha com sementes de cacau

Financiers de baunilha com sementes de cacau
adaptados do Rose's Heavenly Cakes

- xícara medidora de 240ml

2/3 xícara (66g) de farinha de amêndoas (amêndoas moídas)
1/3 xícara + ½ colher (sopa) - 51g - de farinha de trigo
¾ colher (chá) de fermento em pó
1 pitada de sal
¾ xícara (150g) de açúcar refinado
4 claras
1 colher (chá) de extrato de baunilha
¼ xícara (56g) de manteiga sem sal, derretida e ainda morna
½ xícara de sementes de cacau, misturadas em uma tigelinha com 1 colher (chá) de farinha de trigo

Unte levemente com manteiga e enfarinhe doze forminhas de muffin ou financier com capacidade para ¼ xícara (60ml) cada. Reserve.
Numa tigela grande, misture a farinha de amêndoas, a farinha de trigo, o fermento, o sal e o açúcar refinado. Junte as claras, a baunilha e a manteiga e misture para incorporar. Acrescente as sementes de cacau. Cubra a tigela com filme plástico e leve à geladeira por 30 minutos.
Pré-aqueça o forno a 180°C. Divida a massa igualmente entre as forminhas preparadas e coloque-as em uma assadeira grande, de beiradas baixas. Asse por 15-20 minutos ou até que cresçam e dourem (faça o teste do palito).
Retire do forno, deixe esfriar nas forminhas por 5-7 minutos e então desenforme com jeitinho. Transfira para uma gradinha e deixe esfriar completamente.
Polvilhe com açúcar de confeiteiro antes de servir.

Rend.: 12 unidades – fiz metade da receita acima, usei forminhas com capacidade para 2 colheres (sopa) de massa cada e consegui 2 financiers pequeninos

Nibby financiers / Financiers de baunilha com sementes de cacau

segunda-feira, abril 25, 2011

Torta de limão e chocolate + picolés de brinde

English version

Chocolate lime pie / Torta de limão e chocolate

Alguns dias depois de conversar com vocês sobre intuição tive um insight enquanto preparava esta torta: como a forma que eu usei era um pouquinho menor do que a pedida na receita, sobrou recheio. Olhei para o creme sedoso na tigela e achei que ficaria ótimo como uma sobremesa gelada – imediatamente derramei-o nas forminhas de picolé e consegui os sorvetinhos mais viciantes do mundo; acho até que ficaram mais gostosos do que a própria torta mas, por favor, não contem à Ms. Lawson que eu disse isso. ;)

Torta de limão e chocolate
de novo do maravilhoso Nigella Kitchen

- xícara medidora de 240ml

Base:
3 xícaras de digestive cookies, Graham-crackers ou bolacha Maria/maisena moídos(meça depois de moer os biscoitos)
1 colher (sopa) de cacau em pó, sem adição de açúcar
4 colheres (sopa) - 56g - de manteiga sem sal, amolecida
¼ xícara de gotas de chocolate amargo ou meio-amargo

Recheio:
1 lata (395g) de leite condensado – de preferência, gelado
4-5 limões, para aproximadamente 2 colheres (sopa) de raspas da casca e ¾ xícara (180ml) de suco
1 ¼ xícaras (300ml) de creme de leite fresco
1 quadradinho de chocolate amargo ou meio-amargo, para decorar a torta

Unte levemente com manteiga uma forma de torta com fundo removível com 23cm de diâmetro e 5cm de profundidade.
Coloque os biscoitos, o cacau em pó, a manteiga e as gotas de chocolate no processador de alimentos e processe até obter uma farofinha com aspecto de areia molhada. Transfira para a forma de torta e pressione no fundo e nos lados. Leve à geladeira enquanto prepara o recheio.
Despeje o leite condensado na tigela grande da batedeira. Retire as raspas das cascas dos limões e guarde-as em um potinho coberto firmemente com filme plástico – você vai usar as raspinhas para decorar a torta na hora de servir. Esprema os limões até obter a quantidade de suco necessária. Acrescente o suco ao leite condensado e misture para incorporar.
Junte o creme de leite ao creme e bata em velocidade médio-alta até engrossar ligeiramente. Espalhe o creme sobre a base da torta e leve à geladeira novamente por 4 horas ou até firmar (será necessário mais tempo caso o leite condensado não esteja gelado).
Antes de servir, rale o quadradinho de chocolate sobre o recheio e salpique com as raspas de casca de limão reservadas. Sirva imediatamente – não deixe a torta fora da geladeira muito tempo.

Rend.: 6-8 porções – minha forma não era funda o suficiente e sobrou um pouco de recheio; fiz picolés com ele e ficaram uma delícia. :D

sábado, abril 23, 2011

Frango teriyaki

English version

Chicken teriyaki / Frango teriyaki

Cozinho desde que me entendo por gente e em certos períodos da vida eu não tinha muito tempo para a cozinha – precisava de refeições gostosas porém rápidas para os dias úteis.
Em meus dias de solteira eu fazia muito macarrão – tanto meu pai quanto minha irmã adoram e assim eu colocava o jantar na mesa em menos de meia hora.

Ultimamente tenho experimentado receitas asiáticas e algumas são absolutamente deliciosas – e rapidinhas. Este frango teriyaki é um ótimo exemplo: na mesma hora entrou para a lista dos favoritos do marido – também conhecido como “o enjoadinho” – e não demorou quase nada para ficar pronto.

Vou lhes dizer uma coisa: se o meu marido gostou desse franguinho os enjoadinhos espalhados por aí provavelmente gostarão, também. :D

Frango teriyaki
um nadinha adaptado do maravilhoso Nigella Kitchen

- xícara medidora de 240ml

2 colheres (sopa) de saquê
¼ xícara de mirin (vinagre de arroz)
¼ xícara de shoyu (molho de soja)
2 colheres (sopa) de açúcar mascavo claro
2 colheres (chá) de gengibre fresco ralado
4 cebolinhas, somente a parte branca, em rodelinhas
algumas gotinhas de óleo de gergelim
800g de coxa de frango (sem osso nem pele), em pedaços de aprox. 2-3cm
½ colher (sopa) de óleo vegetal de sabor neutro
pimenta do reino moída na hora
1 punhado de salsinha picada
arroz, para servir

Em uma tigela em que caibam todos os pedaços de frango, misture o saquê, o mirin, o shoyo, o açúcar mascavo, o gengibre, a cebolinha e o óleo de gergelim. Junte o frango e misture, virando, para que todos os pedacinhos fiquem cobertos com a marinada. Reserve por 15-20 minutos.
Aqueça o óleo em uma frigideira grande (com tampa) e, com o auxílio de uma escumadeira, remova o frango da marinada e transfira para a panela. Refogue até que os pedaços de frango pareçam cozidos do lado de fora.
Despeje a marinada sobre o frango, deixe ferver e então tampe e abaixe o fogo, cozinhando por 5-10 minutos ou até que os pedaços de frango estejam cozidos por dentro e o molho engrosse levemente.
Junte a pimenta e a salsinha, misture e sirva imediatamente com o arroz.

Rend.: 4-6 porções – fiz metade da receita acima e eu e o marido demos conta de tudo, não sobrou nenhum pedacinho. :)

quinta-feira, abril 21, 2011

Cookies com gotas de chocolate amargo e branco - sobre cozinheiros magrinhos e cookies idem

English version

Double chocolate chip cookies / Cookies com gotas de chocolate amargo e branco

Um tempinho atrás conversei com a Fezoca (via Twitter) sobre o livro de receitas da Gwyneth Paltrow – tenho de dizer que não fiquei (e ainda não estou) muito animada com ele. Acho GP uma mulher linda, que canta super bem, mas ela nunca faria parte da minha lista de atrizes favoritas – eu a acho extremamente limitada quando o assunto é atuação. De qualquer forma, isso não tem nada a ver com a minha falta de interesse no livro – o que realmente me incomoda é o fato de que ela não parece ser alguém que come. Sinto o mesmo pela Giada, por exemplo.

Falando de cookies, minha opinião é basicamente a mesma: tenho uma quedinha pelos tipos mais gorduchinhos. É por isso que os da foto não têm uma posição tão boa na minha lista de melhores cookies de todos os tempos – eles são uma delícia, mas muito fininhos pro meu gosto. :)

Double chocolate chip cookies / Cookies com gotas de chocolate amargo e branco

Cookies com gotas de chocolate amargo e branco
um nadinha adaptados do Chewy Gooey Crispy Crunchy

- xícara medidora de 240ml

2 xícaras + ½ tablespoon (285g) de farinha de trigo
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
1 xícara (226g) de manteiga sem sal, derretida e ainda morna
¾ xícara (150g) de açúcar granulado
¾ xícara (132g) de açúcar mascavo claro – aperte-o na xícara na hora de medir
1 colher (chá) de extrato de baunilha
1 colher (chá) de sal
2 ovos grandes
1 xícara (170g) de gotas de chocolate amargo
1 xícara (170g) de gotas de chocolate branco

Misture a farinha e o bicarbonato de sódio em uma tigela média. Reserve.
Em uma tigela grande, misture a manteiga, o açúcar granulado, o mascavo, a baunilha e o sal. Junte os ovos. Acrescente a farinha+bicarbonato e misture apenas até incorporar. Adicione as gotas de chocolate. Cubra com filme plástico e leve à geladeira por pelo menos 2 horas (ou de um dia para o outro).
Pré-aqueça o forno a 190°C; forre duas assadeiras grandes, de beiradas baixas, com papel manteiga.
Remova a massa da geladeira (deixe amolecer um pouquinho caso a tenha refrigerado por mais de 2 horas). Separe porções de massa de 1 colher (sopa) ligeiramente cheia por cookie e coloque nas assadeiras preparadas, deixando 7,5cm de distância entre uma e outra.
Asse por 9-11 minutos ou até que os cookies dourem bem nas extremidades e não pareçam úmidos na superfície. Retire do forno e deixe esfriar na assadeira por 1-2 minutos. Retire o papel da assadeira e coloque-o sobre uma gradinha (com os cookies ainda “grudados” nele). Deixe esfriar completamente.
Os cookies podem ser guardados em um recipiente hermético, em temperatura ambiente, por 4-6 dias.

Rend.: cerca de 60 cookies – fiz metade da receita acima e consegui 33

terça-feira, abril 19, 2011

Flan de baunilha com farofinha de gingerbread

English version

Vanilla flan with gingerbread crumbs / Flan de baunilha com farofinha de gingerbread

Levanta a mão quem – às vezes – devora o almoço de olho na sobremesa. 0/

Preparei uma salada linda e gostosa com atum – deste livro – para o almoço e, apesar de ter saboreado bem feliz cada pedacinho dela, eu estava mesmo interessada em provar este flan. :)

E como sei que vocês são queridos e não vão me julgar por isso, aí vai a receita. :D

Vanilla flan with gingerbread crumbs / Flan de baunilha com farofinha de gingerbread

Flan de baunilha com farofinha de gingerbread
adaptado do maravilhoso Bon Appetit Desserts e da lindíssima Australian Gourmet Traveller

- xícara medidora de 240ml

Biscoitinhos de gingerbread:
1 xícara (140g) de farinha de trigo
½ colher (chá) de cacau em pó, sem adição de açúcar
¼ colher (chá) de bicarbonato de sódio
1 colher (chá) de cravo em pó
2 colheres (chá) de gengibre em pó
1 colher (chá) de canela em pó
1 pitada de sal
¼ xícara (56g) de manteiga sem sal, amolecida
¼ xícara (50g) de açúcar refinado
1 gema grande
¼ xícara de melado de cana

Flan:
1 ¾ xícaras (420ml) de creme de leite fresco
1 xícara (240ml) de leite integral
1 pitada de sal
1 fava de baunilha, aberta no sentido do comprimento, sementinhas raspadas com as costas da faca
1 xícara (200g) + 7 colheres (sopa) - 84g - de açúcar refinado, uso dividido
1/3 xícara (80ml) de água
3 ovos grandes
2 gemas grandes

Comece preparando o gingerbread: numa tigela média, peneire juntos a farinha, o cacau, o bicarbonato de sódio, o cravo, o gengibre, a canela e o sal. Na tigela grande da batedeira, bata a manteiga e o açúcar até obter um creme claro. Junte a gema e bata até incorporar. Junte o melado, bata para incorporar, junte os ingredientes peneirados e misture somente até obter uma massa homogênea. Coloque a massa sobre um pedaço grande de papel manteiga e forme um rolinho. Dobre o papel e use uma régua para apertar a massa, conseguindo assim um rolinho de cerca de 4cm de diâmetro – como a Martha faz aqui. Embrulhe bem a massa no papel e leve à geladeira por 3 horas.
Pré-aqueça o forno a 180°C; forre uma assadeira grande, de beiradas baixas, com papel manteiga. Desembrulhe o tronquinho de massa e corte em fatias de 6mm de espessura. Arrume-as nas formas preparadas, deixando 5cm de distância entre uma e outra. Asse até que comecem a dourar, 15-17 minutos. Deixe os biscoitinhos esfriarem completamente na forma, sobre uma gradinha.
Guarde os cookies em um recipiente hermético, em temperatura ambiente, por até 1 semana.
Rend.: 20 unidades

Agora, os flans: coloque o creme de leite, o leite e o sal em uma panela média, de fundo grosso, e misture. Adicione as sementinhas e a fava de baunilha eleve ao fogo médio até ferver. Retire do fogo, cubra e deixe em infusão por 30 minutos.
Enquanto isso, misture 1 xícara (200g) do açúcar refinado e a água numa panela média de fundo grosso. Leve ao fogo baixo, mexendo até dissolver o açúcar. Aumente para o fogo alto e cozinhe, sem misturar, até obter um caramelo – apenas gire a panela algumas vezes durante o preparo. Ocasionalmente, remova os cristais de açúcar que podem se formar nas laterais da panela com o auxílio de um pincel úmido. Imediatamente – e com bastante cuidado – derrame o caramelo em seis potinhos refratários com capacidade para ¾ xícara (180ml) cada. Usando luvas, gire cada potinho para que o caramelo cubra suas laterais. Coloque os potinhos em uma forma de metal de 20x30cm.
Numa tigela média, misture com um fuê os ovos, as gemas e as 7 colheres (sopa) restantes de açúcar. Junte aos poucos a mistura de creme de leite, mexendo, mas evitando criar muita espuma. Passe a mistura por uma peneira fina e divida-a entre os potinhos preparados. Acrescente água fervente à assadeira até chegar à metade dos potinhos. Leve ao forno até que os flans firmem levemente no centro, cerca de 40 minutos – não asse demais para não prejudicar a textura da sobremesa. Retire com cuidado do forno e transfira os potinhos para uma gradinha. Deixe esfriar completamente e depois leve à geladeira, frouxamente coberto, de um dia para outro.
Antes de servir, coloque alguns biscoitinhos de gingerbread em um saco plástico e bata com um rolo de massas até moê-los (ou use o processador de alimentos). Salpique cada flan com um pouco de farofinha de gingerbread e sirva.

Rend.: 6 porções

domingo, abril 17, 2011

Bolo integral de maçã e geléia de laranja

English version

Wholemeal apple and marmalade cake / Bolo integral de maçã e geléia de laranja

Em 2009 minha querida amiga Valentina me apresentou ao Nigel Slater – foi amor à primeira vista. Suas deliciosas receitas, lindo jardim e jeito apaixonado de falar sobre comida – claro sem ser condescendente – formam uma combinação perfeita.

Realmente não sei por que demorei tanto para comprar um de seus livros, mas certamente comecei com um maravilhoso. Este bolo é absurdo de macio – apesar de ser preparado inteiramente com farinha integral – e as maçãs ficam uma delícia com a geléia de laranja. Ótimo com uma xícara de chá.

Dêem uma olhadinha no site do Nigel e tenho certeza de que se tornarão fãs dele na mesma hora. :D

Wholemeal apple and marmalade cake / Bolo integral de maçã e geléia de laranja

Bolo integral de maçã e geléia de laranja
um tiquinho adaptado do lindíssimo Tender Volume II

- xícara medidora de 240ml

1 xícara (226g) de manteiga sem sal, temperatura ambiente
1 ¼ xícara (218g) de açúcar mascavo claro – aperte-o na xícara na hora de medir
4 ovos grandes
1 ¾ xícaras + ½ colheres (sopa) - 250g - de farinha de trigo integral
1 ¼ colheres (chá) de fermento em pó
½ colher (chá) de canela em pó
220g de maçãs – usei Gala
125g de geléia de laranja
1 colher (chá) de extrato de baunilha
açúcar demerara, para polvilhar – cerca de 2 colheres (sopa)

Pré-aqueça o forno a 180°C. Unte levemente com manteiga uma forma redonda de 20cm* de diâmetro, forre o fundo com papel manteiga e unte o papel também.
Na tigela grande da batedeira, usando o batedor em formato de pá, bata a manteiga e o açúcar mascavo até obter um creme claro e fofo. Enquanto isso, peneire a farinha, o fermento, a canela e o sal numa tigela média, despejando de volta na tigela os resquícios de farinha que ficarem na peneira. Descasque as maçãs, retire os miolos e corte em quadradinhos de cerca de 1cm. Numa tigelinha, misture as maçãs, a geléia de laranja e a baunilha.
Junte os ovos, um a um, à mistura na batedeira, batendo bem a cada adição – acrescente 1 colher (sopa) de farinha caso a massa pareça talhada. Raspe as laterais da tigela. Em velocidade baixa, junte os ingredientes peneirados batendo apenas até incorporá-los. Com o auxílio de uma espátula de silicone, misture a mistura de maçãs. Espalhe a massa na forma preparada, alisando a superfície – a massa é bem espessa. Salpique a superfície da massa com o açúcar demerara e asse por 1 hora e 15 minutos ou até que cresça e doure – faça o teste do palito.
Deixe esfriar completamente na forma.

* usei uma forma bem alta (8cm) – menos que isso e a massa não teria cabido

Rend.: 8-10 porções

sexta-feira, abril 15, 2011

Mini cheesecakes de framboesa e confiando na intuição

English version

Mini raspberry cheesecakes / Mini cheesecakes de framboesa

Algo que venho tentando fazer com mais freqüência é confiar nos meus instintos, mas nem sempre consigo – e me arrependo muito depois.

Peguem esta receita, por exemplo: os mini cheesecakes do livro eram lindinhos, mas depois de ler a receita não gostei muito da idéia de preparar a massa na batedeira – isso acrescentaria ar demais à mistura, por isso um processador de alimentos seria uma escolha mais acertada. Decidi confiar no Bill Granger em vez de seguir minha intuição e o resultado foram cheesecakes que, enquanto estavam no forno, inflaram e ficaram bonitos, mas que murcharam depois de frios – excesso de ar na massa.

Vamos torcer para que estes cheesecakes me ensinem uma lição. :)
De qualquer forma, eles ficaram uma delícia, por isso publico a receita aqui.

Mini cheesecakes de framboesa
adaptados do Feed Me Now

-xícara medidora de 240ml

Base:
100g de bolacha maisena ou Maria – se possível, use estes digestive cookies, são divinos
½ xícara (50g) de farinha de amêndoa (amêndoas moídas)
¼ xícara (56g) de manteiga sem sal, derretida

Recheio:
400g de cream cheese, temperatura ambiente
½ xícara (120ml) de creme azedo (sour cream)*
½ xícara + 1 colher (sopa) - 112g - de açúcar refinado
1 ovo
1 gema
½ colher (chá) de extrato de baunilha
raspas da casca de 1 limão siciliano
120g de framboesas, frescas ou congeladas – usei congeladas, sem descongelar antes
açúcar de confeiteiro, para polvilhar

Pré-aqueça o forno a 180°C. Forre uma forma de muffin com 12 cavidades – ½ xícara (120ml) de capacidade cada – com forminhas de papel.
No processador de alimentos, moa finamente os biscoitos. Transfira para uma tigela média, junte a farinha de amêndoas e a manteiga e misture bem. Pressione 1 colher (sopa) da mistura no fundo de cada forminha de papel. Leve à geladeira.
Prepare o recheio: bata o cream cheese, o creme azedo e o açúcar refinado na batedeira até obter um creme claro e fofo. Junte o ovo, seguido da gema, da baunilha e das raspas de limão, batendo bem a cada adição. Às colheradas, divida o creme entre as forminhas de papel, cobrindo as bases de biscoito. Divida as framboesas entre as forminhas, colocando-as no topo do creme.

Asse por 20 minutos ou até que os cheesecakes estufem e comecem a dourar. Deixe esfriar completamente e leve à geladeira.
Com cuidado, remova os cheesecakes das forminhas de papel e polvilhe com açúcar de confeiteiro para servir.

* creme azedo (sour cream) caseiro: em uma tigelinha, misture ½ xícara (120ml) de creme de leite fresco com 2 colheres (chá) de suco de limão ou limão siciliano. Cubra com filme plástico e deixe em temperatura ambiente até engrossar, cerca de 1 hora.

Rend.: 12 unidades – fiz metade da receita acima, usei forminhas de muffin com capacidade para 1/3 xícara (80ml) cada e consegui 9 mini cheesecakes

quarta-feira, abril 13, 2011

Barrinhas de pecã, coco e limão siciliano

English version

Pecan, coconut and lemon bars / Barrinhas de pecã, coco e limão siciliano

Sou uma criatura de hábitos – e isso não me incomoda.

Ao folhear a maravilhosa compilação de receitas da Amanda Hasser meu coração deu um salto quando li as palavras “lemon” e “bars”; imediatamente pensei que vocês já viram barrinhas de limão suficientes por aqui, mas fui em frente e li a receita assim mesmo. E que bom que o fiz: estas não eram barrinhas de limão tradicionais; estas eram um casamento perfeito entre um recheio gostoso, com jeito de cocada – e ainda por cima cheio de pecãs – e uma cobertura delícia de limão siciliano, daquelas que adoro espalhar sobre bolos e afins. Ah, lhes contei que há também uma base amanteigada? :)

Peguei uma barrinha e comi feliz enquanto assistia a “Festim Diabólico” – pena que estava tão cansada e peguei no sono no meio do filme. :(

Pecan, coconut and lemon bars / Barrinhas de pecã, coco e limão siciliano

Barrinhas de pecã, coco e limão siciliano
ligeiramente adaptadas do maravilhoso The Essential New York Times Cookbook

- xícara medidora de 240ml

1 xícara + 1 colher (sopa) - 150g - de farinha de trigo
2 colheres (sopa) de açúcar refinado
1 pitada de sal
½ xícara (113g) de manteiga sem sal, gelada e picada
2 ovos grandes
1 xícara (175g) de açúcar mascavo claro – aperte-o na xícara na hora de medir
½ xícara (55) de pecãs picadinhas
½ xícara (50g) de coco em flocos sem adição de açúcar
1 colher (chá) de extrato de baunilha
1 ¾ xícaras + 2 colheres (sopa) - 261g - de açúcar de confeiteiro, peneirado
raspas da casca de 1 limão siciliano
¼ xícara (60ml) de suco de limão siciliano

Pré-aqueça o forno a 180°C. Unte levemente com manteiga uma forma retangular de 20x30cm e forre o fundo e as laterais com papel alumínio, deixando sobrar em dois lados opostos, formando “alças”. Unte o papel também.
Na tigela grande da batedeira, usando o batedor em formato de pá, misture a farinha, o açúcar e o sal. Junte a manteiga e bata em velocidade baixa até obter uma farofa grossa.
Pressione a mistura no fundo da forma preparada e asse por 15-20 minutos ou até que doure levemente. Numa tigela grande, misture o açúcar mascavo, as pecãs, o coco, a baunilha e os ovos até obter um creme homogêneo. Espalhe a mistura sobre a base assada, preenchendo todos os cantinhos da assadeira. Volte ao forno por mais 20-25 minutos ou até que a cobertura esteja firme. Retire do forno.
Numa outra tigela grande, misture o açúcar de confeiteiro, as raspas e o suco de limão siciliano até ficar homogêneo. Espalhe sobre a cobertura, cobrindo-a completamente. Deixe esfriar.
Com o auxílio das alças de papel alumínio, remova da assadeira e corte em barrinhas.

Rend.: 16 unidades

segunda-feira, abril 11, 2011

Bolo de chocolate com cobertura de chocolate e pecãs (Texas sheet cake)

English version

Texas sheet cake / Bolo de chocolate com cobertura de chocolate e pecãs

Bolo com jeitão de bolo de vó de novo – mas desta vez tem chocolate na história. :)

Eu precisava de um bolo grande, que rendesse bem – a idéia era compartilhá-lo com 12 pessoas do trabalho – e a receita de Texas sheet cake que encontrei no "Bon Appétit Desserts" me pareceu perfeito [sim, estou obcecada com esse livro e sei o quão compreensivos vocês são]. ;)

Tanto o bolo quanto a cobertura são deliciosos e combinaram lindamente – um dia depois de levar o bolo para o escritório ouvi rumores de que o almoço de um dos meninos tinha sido... bolo. :D

Texas sheet cake / Bolo de chocolate com cobertura de chocolate e pecãs

Bolo de chocolate com cobertura de chocolate e pecãs (Texas sheet cake)
do maravilhoso Bon Appétit Desserts

- xícara medidora de 240ml

Bolo:
1 2/3 xícaras (233g) de farinha de trigo
2/3 xícara (60g) de cacau em pó
¾ colher (chá) de bicarbonato de sódio
½ colher (chá) de sal
1 ½ xícaras (300g) de açúcar refinado
¾ xícara (170g) de manteiga sem sal, temperatura ambiente
2 ovos grandes
1 colher (chá) de extrato de baunilha
1 xícara (240ml) de água quente

Cobertura:
2/3 xícara (160ml) de creme de leite fresco
2 colheres (sopa) de açúcar refinado
170g de chocolate meio-amargo, picado (não ultrapassar 61% de cacau)
2 colheres (sopa) - 28g - de manteiga sem sal, picada, temperatura ambiente
1 ¼ xícaras (140g) de pecãs, tostadas e picadas grosseiramente

Comece preparando o bolo: pré-aqueça o forno a 180°C. Unte com manteiga e enfarinhe uma forma de metal retangular de 22x32x5cm.
Numa tigela média, misture a farinha, o cacau em pó, o bicarbonato e o sal. Na tigela grande da batedeira, bata o açúcar e a manteiga até obter um creme claro e fofo. Junte os ovos, um a um, batendo bem a cada adição. Acrescente a baunilha.
Em velocidade baixa, adicione metade dos ingredientes secos, seguidos pela água quente e pelo restante dos ingredientes secos. Bata até homogeneizar. Despeje a massa na forma preparada e asse até que o bolo cresça, cerca de 25 minutos (faça o teste do palito).
Deixe esfriar na forma sobre uma gradinha.

Agora, a cobertura: junte o creme de leite e o açúcar em uma panela média, de fundo grosso, e leve ao fogo médio, mexendo até dissolver o açúcar. Assim que ferver, desligue o fogo e junte o chocolate e a manteiga. Reserve por 5 minutos, e então misture bem até obter uma cobertura homogênea. Espalhe a cobertura sobre o bolo já frio e salpique com as pecãs. Aguarde a cobertura secar um pouquinho antes de cortar e servir.

Rend.: 15 porções – fiz exatamente a receita acima e usei uma forma de 20x30cm

sábado, abril 09, 2011

Cookies de manteiga de amendoim e gotas de chocolate (sem farinha)

English version

Flourless peanut butter and chocolate chip cookies / Cookies de manteiga de amendoim e gotas de chocolate (sem farinha)

Farinha de trigo – um ingrediente que nunca falta na minha despensa, essencial para alguém que ama baking como eu. Mas às vezes dá pra passar sem ela, numa boa – não é mesmo necessária. Assim como a Renée Zellweger em “Cold Mountain”. :)

Minha busca por uma receita de cookies de manteiga de amendoim começou com esse livro ótimo, mas eu queria mesmo uma versão sem farinha e a encontrei no Epicurious.
Os cookies ficaram uma delícia, macios e foram sucesso com a minha irmã caçula, que aparentemente não gostava de manteiga de amendoim. :) Só tomem cuidado ao transportar os cookies, pois a falta de farinha os torna um tiquinho frágeis.

Flourless peanut butter and chocolate chip cookies / Cookies de manteiga de amendoim e gotas de chocolate (sem farinha)

Cookies de manteiga de amendoim e gotas de chocolate (sem farinha)
do Epicurious

- xícara medidora de 240ml

1 xícara de manteiga de amendoim do tipo “chunky”*
1 xícara (175g) de açúcar mascavo claro – aperte-o na xícara na hora de medir
1 ovo grande
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
½ colher (chá) de extrato de baunilha
1 xícara (170g) de gotas de chocolate meio-amargo (usei com 70% de cacau)

Pré-aqueça o forno a 180°C; forre duas assadeiras grandes, de beiradas baixas, com papel manteiga.

Numa tigela média, misture os cinco primeiros ingredientes. Acrescente as gotas de chocolate. Com as palmas das mãos úmidas, forme bolas com 1 colher (sopa) generosa de massa cada. Coloque nas assadeiras preparadas, deixando 5cm de distância entre uma e outra.

Asse os cookies até que estufem, dourem na base mas ainda estejam macios ao toque no centro, cerca de 12 minutos. Deixe esfriar nas assadeiras, sobre uma gradinha, por 5 minutos. Transfira-os para uma gradinha e deixe esfriar completamente.

* vale a pena investir um pouquinho mais de $$ e comprar manteiga de amendoim americana – faz muita diferença

Rend.: cerca de 24 cookies – fiz exatamente a receita acima, usei 1 colher (sopa) nivelada de massa por cookie e consegui 38

quinta-feira, abril 07, 2011

Bolo mármore de limão siciliano e melado - o bolo que já vem com exercício físico

English version

Lemon molasses marble cake / Bolo mármore de limão siciliano e melado

Este bolo foi a primeira receita que testei deste livro, que é cheio de receitas ótimas e perfeito para uma formiga como eu; bolo de limão siciliano, nenhuma surpresa aí, mas a idéia de marmorizá-lo com um bolo de melado me pareceu boa demais para não experimentar.

A combinação de sabores é uma delícia mesmo e o bolo é bem macio; não desanime com os diferentes passos no modo de preparo – pense neles como uma boa ginástica, o que lhe permitirá comer uma fatia a mais de bolo no final. :)

E não se esqueçam de indicar o seu blog favorito no Food Blog Awards 2011 da revista Saveur! ;)

Bolo mármore de limão siciliano e melado
um nadinha adaptado do delicioso Classic Home Desserts

- xícara medidora de 240ml

Massa de melado:
1 2/3 xícaras (233g) de farinha de trigo
½ colher (chá) de bicarbonato de sódio
½ colher (chá) de cremor tártaro (à venda em casas de artigos para confeitaria)
½ colher (chá) de canela em pó
¼ colher (chá) de noz-moscada moída na hora
¼ colher (chá) de cravo em pó
6 colheres (sopa) - 84g - de manteiga sem sal, amolecida
¼ xícara + 2 colheres (sopa) - 60g - de açúcar mascavo claro ou escuro – aperte-o na xícara/colher na hora de medir
3 gemas grandes
¾ xícara (180ml) de melado de cana
¼ xícara + 2 colheres (sopa) - 105g - de iogurte natural integral

Massa de limão siciliano:
1 2/3 xícaras (233g) de farinha de trigo
½ colher (chá) de bicarbonato de sódio
½ colher (chá) de cremor tártaro
6 colheres (sopa) - 84g - de manteiga sem sal, amolecida
1 xícara (200g) de açúcar granulado
raspas da casca de 1 limão siciliano grande
1 colher (sopa) de suco de limão siciliano
¾ xícara (195g) de iogurte natural integral
3 claras grandes
1 pitada de sal

açúcar de confeiteiro, para polvilhar

Pré-aqueça o forno a 180°C; unte com manteiga e enfarinhe uma forma tipo Bundt ou de furo central de 22 a 25cm de diâmetro.
Comece preparando a massa de melado: peneire a farinha, o bicarbonato de sódio, o cremor tártaro, a canela, a noz-moscada e o cravo numa tigelinha e reserve.
Na tigela grande da batedeira, bata a manteiga e o açúcar mascavo até obter um creme bem claro e fofo. Junte as gemas, uma a uma, batendo bem a cada adição, e em seguida o melado. Acrescente os ingredientes peneirados alternando com o iogurte, começando e terminando com os ingredientes secos. Não bata demais.
Agora, a massa de limão siciliano: peneire a farinha, o bicarbonato de sódio e o cremor tártaro em uma tigelinha e reserve. Na tigela grande da batedeira, bata a manteiga, o açúcar e as raspas de limão até obter um creme bem claro e fofo. Junte o suco de limão. Acrescente os ingredientes peneirados alternando com o iogurte, começando e terminando com os ingredientes secos. Não bata demais. Em uma tigela bem limpa e seca, bata as claras com o sal até obter picos firmes. Junte-as à massa de limão, misturando de baixo para cima com o auxílio de uma espátula de silicone.
Coloque 3-4 colheradas grandes de massa de limão na forma preparada. Cubra com 3-4 colheradas da massa de melado (dê uma boa misturada nela depois de ter ficado reservada enquanto você preparava a massa de limão). Continue alternando as camadas. Com uma faquinha de manteiga (sem corte e sem ponta) mescle as massas algumas vezes para conseguir o efeito marmorizado – não misture em demasia.
Asse por cerca de 1 hora, ou até que o bolo cresça e doure (faça o teste do palito).
Deixe o bolo esfriar na forma, sobre uma gradinha, por 20 minutos, e então desenforme com bastante cuidado, transferindo-o para a gradinha. Esfrie completamente.
Polvilhe com açúcar de confeiteiro antes de servir.

Rend.: cerca de 12 porções – fiz 2/3 da receita acima e usei uma forma de furo central com capacidade para 8 xícaras de massa

terça-feira, abril 05, 2011

Picolés de pêssego com chantilly - updated

English version

Peaches and cream ice pops / Picolés de pêssego com chantilly

Minha edição de verão da revista DH finalmente chegou, mas o verão já foi embora. Mesmo assim, não pude resistir à matéria sobre picolés – todos os sabores pareciam tão gostosos que eu teria de fazer pelo menos um deles. :)

A idéia inicial foi preparar os picolés de iogurte e framboesa, mas já tinha usado as minhas framboesas em outras duas receitas. Por sorte ainda havia alguns pêssegos – os últimos da estação – e uma garrafa de creme de leite fresco na geladeira.

Os picolés ficaram tão bons que duvido que durem até o próximo final de semana – e sim, a receita rendeu 12 unidades. :)

UPDATE: Não se esqueçam de indicar os seus blogs favoritos no 2011 Best Food Blog Awards da revista Saveur! ;)

Picolés de pêssego com chantilly
da Donna Hay magazine

- xícara medidora de 240ml

Calda de açúcar:
½ xícara + ½ colher (sopa) - 106g - de açúcar refinado
¾ xícara (180ml) de água

Camada de chantilly:
½ xícara (120ml) de creme de leite fresco, levemente batido
1 ½ colheres (sopa) de açúcar de confeiteiro, peneirado
½ fava de baunilha, aberta no sentido do comprimento, sementinhas raspadas com as costas da faca

Camada de pêssego:
300g de pêssegos, descascados, caroços removidos, polpa picada
calda de açúcar, fria

Comece preparando a calda de açúcar: junte o açúcar e a água em uma panelinha e leve ao fogo médio, mexendo até dissolver o açúcar. Deixe ferver, ferva por 1 minuto e retire do fogo. Deixe esfriar completamente.
Coloque o creme de leite, o açúcar de confeiteiro e as sementinhas de baunilha em uma tigela e misture levemente com uma espátula de silicone. Divida o creme entre 12 forminhas de picolé com capacidade para ¼ xícara (60ml) cada. Leve ao freezer por 10-15 minutos ou só até que o creme comece a firmar. Insira um palito de picolé em cada forminha e congele por mais 1 hora e meia.
Coloque o pêssego e a calda de açúcar no liquidificador e bata até obter um creme bem homogêneo. Divida a mistura de pêssego entre as forminhas de picolé, cobrindo a camada de creme. Volte ao freezer por mais 4 horas ou até que os picolés estejam completamente congelados.
Na hora de desenformar, deixe as forminhas sobre a pia por cerca de 5 minutos e então passe o fundinho delas pela torneira. Solte com cuidado pois a camada de chantilly é bem cremosa e o picolé pode quebrar.

Rend.: 12 unidades

Related Posts with Thumbnails