sexta-feira, fevereiro 27, 2009

Sorvete de pistache

English version

Pistachio ice cream

Duas coisas esta semana me convenceram a confiar mais nos meus instintos.

Vira um teaser de “O Lutador” havia vários meses e pensei: “meu tipo de filme”. Um diretor que admiro profundamente – Julia Roberts ganhou todos os prêmios naquele ano, mas eles deveriam ter sido entregues à Ellen Burstyn – e o ator de um dos mais gloriosos momentos do Alan Parker (um dos meus filmes favoritos. Não dá pra dizer o quanto amo o danado).

Só que posso dizer é obrigada, Sr. Aronofsky. Obrigada por um dos melhores filmes que já vi. Obrigada por duas horas de drama, poesia e todos os tipos de sentimentos. E obrigada por NÃO deixar o Nicolas Cage ficar com o papel.

A outra surpresa boa é relacionada ao assunto comida. Ao ver o sorvete de pistache da Ana Elisa soube na hora que teria de fazê-lo – era a minha cara.
Finalmente pus a mão na massa no feriado e o resultado foi um sorvete ao qual simplesmente não consigo resistir. Absurdamente delicioso.

Ana, obrigada. Agradecê-la 100 vezes não seria o bastante. :D

Pistachio ice cream

Sorvete de pistache

- xícara medidora de 240ml

1 ½ xícaras (200g) de pistaches crus, sem casca e sem sal
3 ¾ xícaras (900ml) de leite integral*
4 gemas
¾ xícara + 2 colheres (sopa) – 180g - de açúcar refinado
1 colher (chá) de essência de baunilha
½ colher (chá) de sal

Coloque o leite e os pistaches em uma panela e leve à fervura, reduzindo o fogo para mínimo e deixando ferver por 3 minutos, mexendo com uma colher de pau para que a espuma não suba. Desligue o fogo, cubra e deixe em infusão por 15 minutos.
Bata a mistura no liqüidificador (com cuidado, pois misturas quentes tendem a "explodir" no liqüidificador) até que fique homogêneo – tampe o liqüidificador e remova a tampinha central. Cubra a tampa maior com um pano de prato dobrado e então bata a mistura. Isso impede que haja um acúmulo de vapor dentro do copo.

Forre uma peneira fina e grande com um pano para queijo e coloque-a sobre uma tigela grande. Despeje a mistura no pano e deixe que ela escorra por uns 10 minutos. Junte as pontas do pano e esprema a massa verde restante, para retirar todo o líquido, totalizando cerca de 2 ½ xícaras (600ml) de leite de pistache.
Bata as gemas e o açúcar em uma tigela separada, até que fiquem homogêneas e amarelo-pálido. Reserve.

Coloque o leite aromatizado numa panela e volte a aquecê-lo, até quase começar a ferver. Desligue e despeje cerca de ¼ do leite sobre as gemas, misturando bem até que fique homogêneo. Misture o resto do leite devagar, e então retorne tudo à panela.
Aqueça a mistura sob fogo baixo, mexendo sempre com uma colher de pau, até que ela engrosse e, ao passar o dedo nas costas da colher, o rastro de creme fique firme, sem escorrer imediatamente. Não deixe o creme ferver.
Passe o creme pronto por uma peneira em uma tigela, junte a baunilha e o sal, misture e leve à geladeira semi-tampado por 4 horas ou durante a noite.
Prepare o sorvete na sorveteira e leve ao freezer por mais umas 4 horas para atingir a consistência perfeita.

* substituí 1 xícara de leite por 1 xícara de creme de leite fresco que estava para vencer e implorando para ser usado. :D

Rend.: aprox. 1 litro

Pistachio ice cream

quinta-feira, fevereiro 19, 2009

Pão de coco do Bill

English version

Bill's coconut bread

Num dia quente como hoje - 32ºC aqui em São Paulo – muita gente adoraria estar na praia. Mas eu não – não gosto de praia...

.
.

Agora que vocês terminaram de jogar tomates podres em mim, continuarei. :D

Não gosto do sal, da areia, do calor... Mas mesmo assim acabo indo de vez em quando – o João ama praia. E as pessoas fazem cada loucura por amor, não?
Felizmente encontrei 2 ou 3 como eu pelo mundo – como o Mark – e parei de me achar uma aberração.

Bill Granger lembra praia – parece que tudo o que ele prepara tem um jeito tropical, fresco. Sem falar naquela casa linda pertinho do mar que vemos no programa (o João adoraria ter uma igualzinha). Este pão é uma de suas receitas e gostei bastante do resultado.

Bill's coconut bread

Pão de coco do Bill

- xícara medidora de 240ml

2 ovos
1 ¼ xícaras (300ml) de leite
1 colher (chá) de baunilha
2 ½ xícaras (350g) de farinha de trigo
2 colheres (chá) de fermento em pó
2 colheres (chá) de canela
1 xícara (200g) de açúcar
150g de coco ralado, sem adição de açúcar – usei coco em flocos
75g de manteiga sem sal, derretida e fria
açúcar de confeiteiro, para polvilhar

Pré-aqueça o forno a 180ºC; unte e enfarinhe uma forma de bolo inglês de 21x10cm*.

Misture levemente os ovos, o leite e a baunilha.
Em outra tigela (grande), peneire a farinha, o fermento e a canela. Junte o açúcar e o coco ralado e misture.
Faça um buraco no centro dos ingredientes secos e despeje aí a mistura de ovos, misturando só até incorporar. Acrescente a manteiga e mexa para conseguir uma massa homogênea – mas não misture demais, pois se trata de um quick bread, como os muffins, e se você mexer em excesso o resultado será um filão duro. :(
Despeje a massa na forma preparada e leve ao forno por 1 hora ou até assar por completo – faça o teste do palito.
Retire do forno, deixe na assadeira por 5 minutos e então desenforme e transfira para uma gradinha. Deixe esfriar completamente.
Sirva em fatias grossas, tostado (se quiser), com manteiga e polvilhado com açúcar de confeiteiro.

* usei uma forma de 26x10,5cm e ela ficou bem cheia. Entretanto, a massa não derramou.

Rend.: 8-10 fatias grossas

terça-feira, fevereiro 17, 2009

Sorvete de milho verde

English version

Sweet corn ice cream

Quem tem blog de comida ama compartilhar receitas e eu não sou exceção – já fiz várias receitas de outros blogs e fico felicíssima quando alguém prepara o que publico aqui. É uma ótima troca e tenho sorte de fazer parte dela.

O que me deixa mais contente ainda é poder mostrar um pouquinho da nossa comida, ou pelo menos da região onde moro, aos meus leitores do blog em inglês. Certa vez, recebi um email de uma senhora chamada Marta, da Nova Zelândia, pedindo mais informações sobre o doce de abóbora. E há alguns meses o doce apareceu no Apartment Therapy – The Kitchn. A Faith preparou a receita com alguns toques pessoais e adorou!

Por isso queria muito postar este sabor de sorvete tão brasileiro – acho super interessante o uso do milho tanto em salgados quanto em doces, como o docinho que fiz há um tempo. Adaptei ligeiramente esta receita – um tantinho de canela fez com que o sorvete lembrasse curau.

Sweet corn ice cream

Sorvete de milho verde

- xícara medidora de 240ml

1 lata (200g) de milho verde escorrido
1 ¼ xícaras (300ml) de leite integral (ou a mesma medida da lata)
1 lata de leite condensado
1 xícara (240ml) de creme de leite fresco
¼ colher (chá) de canela em pó
1 pitada de sal

Enxágüe o milho em água corrente para retirar o excesso de salmoura. Escorra novamente.
Bata o milho no liquidificador com o leite e passe por uma peneira. Retorne o líquido obtido ao liquidificador e bata novamente com o leite condensado, o creme de leite fresco, a canela o sal.
Despeje em uma tigela de vidro/metal, cubra e leve à geladeira por no mínimo 2 horas. Retire e processe na sorveteira seguindo as instruções do fabricante. Leve ao freezer em recipiente hermético por 4 horas antes de servir.

Rend.: 8-10 porções

Sweet corn ice cream

sexta-feira, fevereiro 13, 2009

Sorvete de chocolate com crocante de macadâmia

English version

Chocolate ice cream with macadamia brittle

Já lhes disse o quanto adoro ter um blog e as várias razões para isso – sendo vocês, os meus leitores, uma razão maravilhosa.

Outro motivo preferido é que escrevo o que quero, sobre o que quero... De quem acho bonito e talentoso, ou feio e superficial – afinal de contas, o blog é MEU. Vocês têm todo o direito de discordar e assim podemos ter um bom “diálogo” – porque vocês são uma parte muito importante do blog.

É claro que há aquelas pessoas que apenas comentam para mostrar o quão inconvenientes são – acho que elas têm tempo sobrando. Mas não ligo – para cada uma delas, há 50 como vocês.

E com vocês tornam os meus dias tão mais doces é que quero dividir este sorvete – com uma ajudinha extra do caramelo durinho e das amanteigadas macadâmias.

Chocolate ice cream with macadamia brittle

Sorvete de chocolate com crocante de macadâmia
daqui e daqui

Sorvete:
2 xícaras (480ml) de creme de leite fresco
3 colheres (sopa) de cacau em pó, sem adição de açúcar
140g de chocolate amargo ou meio amargo, picadinho – usei um com 70% de cacau
1 xícara (240ml) de leite integral
¾ xícara (150g) de açúcar
1 pitada de sal
5 gemas grandes
½ colher (chá) de baunilha

Aqueça 1 xícara (240ml) do creme de leite com o cacau numa panela média, mexendo constantemente com um fuê, para dissolver o pó. Quando ferver, reduza o fogo e deixe por 30 segundos, ainda mexendo. Retire do fogo, junte o chocolate picado e misture bem para derretê-lo e obter um creme homogêneo. Adicione a xícara de creme de leite restante e misture. Despeje o creme numa tigela grande, raspando a panela o máximo que puder. Coloque uma peneira sobre a tigela.
Aqueça o leite, açúcar e sal na panela já utilizada. Numa outra tigela média, bata as gemas ligeiramente com um fuê. Despeje metade do leite quente sobre as gemas, misturando com um fuê, e então verta a mistura de volta para a panela. Leve ao fogo médio, mexendo sempre até engrossar e a mistura cobrir as costas de uma colher de pau – ao mexer, raspe as laterais e o fundo da panela; não deixe ferver.
Passe o creme pela peneira despejando-o diretamente sobre a mistura de chocolate. Mexa para homogeneizar e junte a baunilha. Coloque esta tigela dentro de outra com água gelada e continue mexendo até esfriar – eu apenas deixei a mistura chegar à temperatura ambiente, sem mexer, e depois levei à geladeira, coberta.
Refrigere por várias horas e então prepare o sorvete na sua máquina seguindo as instruções do fabricante.

Rend.: aprox. 950ml

Chocolate ice cream with macadamia brittle

Crocante de macadâmia:
¾ xícara (180ml) de água
225g de açúcar
90g de macadâmia sem sal, grosseiramente picada

Unte uma assadeira grande com manteiga; reserve.
Numa panela de fundo grosso, misture a água e o açúcar, mexendo com uma colher. Leve ao fogo médio por aproximadamente 12 minutos ou até dourar. Junte a macadâmia e em seguida jogue sobre a assadeira preparada.
Deixe esfriar completamente e parta em pedaços, ou corte grosseiramente com uma faca afiada. Sirva com o sorvete.

quarta-feira, fevereiro 11, 2009

I'm in a marshmallow state of mind...

English version

Strawberry marshmallows

Citar – quero dizer, mais ou menos – Billy Joel me faz lembrar de quando o vi na Oprah acompanhado de sua minúscula esposa. Katie Lee Joel mostrava seu apartamento, contando que tinha pedido a Nate Berkus para decorá-lo após vê-lo no programa da Oprah um dia. Quando as câmeras chegaram ao quarto fiquei em completo choque – as portas do (imenso) closet dela eram cobertas de ouro. Sim, gente, OURO. Sério – achei aquilo tão cafona que tive de rir. E alto. Quem precisa de ouro nas paredes, meu Deus? Era um episódio antigo e fiquei imaginando se eles o poriam no ar nos dias de hoje.

Bem, de volta a algo importante – os marshmallows. Estes aqui são muito bons e apesar das extravagantes quantidades de açúcar e glucose de milho ainda dá para sentir o gostinho da fruta. Não se esqueçam de ver o post de onde peguei a receita – os marshmallows dela ficaram absolutamente fantásticos.

Strawberry marshmallows

Marshmallows de morango

- xícara medidora de 240ml

2 colheres (sopa) de gelatina em pó, incolor e sem sabor
1/3 xícara de purê de morango – processe/liqüidifique 5-6 morangos e passe por uma peneira fina para remover as sementes
1 colher (sopa) de extrato de baunilha
1 ½ xícaras (300g) de açúcar
¼ xícara + 2 colheres (sopa) de água
½ xícara + 2 colheres (sopa) de glucose de milho clara – usei Karo
¼ colher (chá) de sal
1 xícara (140g) de açúcar de confeiteiro
3 colheres (sopa) de amido de milho

Forre uma forma quadrada de 20cm com papel pardo (usei papel manteiga). Pincele-o com uma fina camada de óleo vegetal. *

Na tigela da batedeira, misture o purê de morangos e a baunilha. Polvilhe com a gelatina e aguarde até que ela absorva os líquidos e aumente de volume.

Numa panela de fundo grosso, junte o açúcar, o sal, a glucose de milho e a água. Leve ao fogo médio, tampado, até ferver e sem misturar. Quando ferver, destampe e continue fervendo, sem misturar, até chegar à temperatura de 112ºC-115ºC (use um termômetro culinário).

Com a batedeira em velocidade média (usando batedor de arame), despeje a calda quente em fio, continuadamente, sobre a gelatina. Tenha cuidado para não se queimar – use um protetor ou avental, caso possua. Ao terminar de adicionar a calda, continue batendo a mistura, agora em velocidade alta, por 8-10 minutos, ou até firmar e ficar fofinha – se usar uma Kitchen Aid, 5 minutos.

Despeje o marshmallow na forma preparada e alise a superfície com uma espátula pincelada com óleo, se necessário. Pingue gotinhas de corante comestível e misture levemente com um palito de dentes, criando o efeito marmorizado. Deixe em temperatura ambiente, sem tampar, por 10-12 horas.

Junte o açúcar de confeiteiro com o amido de milho e peneire sobre o marshmallow já firme. Vire-o sobre uma tábua, retire cuidadosamente o papel e corte em quadradinhos – use uma faca pincelada com óleo, fica mais fácil. Passe os quadradinhos pela mistura de açúcar e amido, removendo o excesso.

* foi bastante difícil desgrudar o papel do danado, mas valeu a pena. :D

Rend.: 36 unidades

Strawberry marshmallows

segunda-feira, fevereiro 09, 2009

Pirulitos

English version

Lollipops

O que fazer ao sentir uma vontade incontrolável de preparar um doce, sem tempo para que a manteiga chegue à temperatura ambiente, além de já haver algo no forno? Pirulitos. Neste caso, intensamente vermelhos e beeem docinhos.

Não se assustem – os pirulitos podem até parecer manhosos, mas foi uma delícia prepará-los. Acho que podem ser uma ótima opção para aniversários – não só para os pequeninos, é claro. :D

Lollipops

Pirulitos
doThe Christmas Candy Book

- xícara medidora de 240ml

1 xícara (200g) de açúcar refinado
1/3 xícara de glucose de milho de cor clara – usei Karo
1/3 xícara (80ml) de água
1-2 gotas de óleo comestível de anis, canela, cravo, limão ou laranja – usei extrato de baunilha
gotinhas de corante comestível líquido vermelho, amarelo, azul ou verde

Pincele uma placa de mármore ou uma assadeira grande, de beiradas baixas, com óleo. Separe pelo menos 1 dúzia de palitinhos de madeira para pirulito.

Numa panela pesada, de fundo grosso, com capacidade para 2 litros, misture o açúcar, a glucose e a água. Mexa bem para incorporar. Leve ao fogo médio, mexendo ocasionalmente, até ferver. Tampe a panela e ferva por 2-3 minutos. Destampe e acople um termômetro para doces na panela. Aumente o fogo para médio-alto e cozinhe, mexendo de vez em quando, até a temperatura chegar a 143ºC. Se aparecerem cristais de açúcar nas laterais da panela remova-os com um pincel mergulhado em água morna.

Retire a panela do fogo e imediatamente mergulhe o fundo dela numa tigela com água fria para interromper o cozimento,removendo rapidamente para evitar que a mistura esfrie demais. Coloque sobre um pano de prato seco. Junte o sabor e corante da sua preferência.

Logo em seguida, usando uma colher grande de metal, derrame porções de doce sobre a assadeira/pedra preparada, formando círculos de pouco menos de 4cm de diâmetro*. Coloque um palitinho na mistura, girando-o levemente para fixar. Derrame uma gotinha de doce sobre o palito na extremidade dentro do círculo, para prendê-lo firmemente. Deixe os pirulitos em temperatura ambiente até firmarem completamente, cerca de 2 horas.

Embrulhe cada pirulito em celofane ou papel vegetal/encerado. Guarde num recipiente hermético, em temperatura ambiente, por até 1 mês.

* quando a mistura esfriou e ficou difícil de moldar, voltei a panela ao fogo médio, mexendo, até que o doce ficasse macio novamente (30 segundos, mais ou menos).

Lollipops

Rend.: cerca de 12 pirulitos - consegui 16

Lollipops

sexta-feira, fevereiro 06, 2009

Cookies de banana, chocolate e aveia

English version

Banana-oatmeal chocolate chip cookies

Comecei a ouvir Smiths aos nove anos e, apesar de não entender nadica do que o Morrissey falava, aquelas canções faziam um estranho sentido para mim – algo que acabei compreendendo um pouco mais velha. A música se tornou uma parte importantíssima dos meus dias e me trouxe conforto em muitos maus momentos.

Além das canções, adorava as capas dos discos – algumas eram fantásticas. Era obcecada com uma em particular – “Slide it in”, do Whitesnake - o que é curioso já que sempre tive horror a cobras. A mocinha de 13 anos não resistia ao David Coverdale cantando – até hoje acho a dele a mais bonita das vozes masculinas.

Outra das minhas obsessões é fazer cookies, mas isso vocês já sabem. Estes aqui são do lindíssimo blog da Liz.

Banana-oatmeal chocolate chip cookies

Cookies de banana, chocolate e aveia

- xícara medidora de 240ml

1 ¾ xícara (200g) de aveia em flocos finos
1 ½ xícaras (210g) de farinha de trigo
2 colheres (chá) de fermento em pó
¼ colher (chá) de bicarbonato de sódio
¾ colher (chá) de sal
½ colher (chá) de canela em pó
½ xícara (113g) de manteiga sem sal, amolecida
1 xícara (175g) de açúcar mascavo claro – pressione-o na xícara na hora de medir
½ xícara (100g) de açúcar granulado
1 ovo grande
2 colheres (chá) de extrato de baunilha
1 xícara (170g) de gotinhas de chocolate meio amargo
1 banana média, madura (mas ainda firme), em pedacinhos de menos de 2cm
1 xícara de amêndoas inteiras, grosseiramente picadas

Pré-aqueça o forno a 190ºC – você vai usar a parte central do forno para assar os cookies. Forre duas assadeiras grandes, de beiradas baixas, com papel manteiga.

Numa tigela média, junte a aveia, a farinha, o fermento, o bicarbonato, o sal e a canela. Reserve.

Coloque a manteiga, o açúcar mascavo e o granulado na tigela grande da batedeira e, usando o batedor em formato de pá, bata para misturar, cerca de 1 minuto. Junte o ovo e a baunilha e bata novamente. Em velocidade baixa, acrescente os ingredientes secos reservados, 1/3 da mistura por vez, e bata só até incorporar. Com uma colher de pau, misture as gotas de chocolate, a banana e as amêndoas (não tem problema se os pedacinhos de banana amassarem um pouquinho) – aqui, optei por misturar tudo usando a batedeira na velocidade mais baixa possível.

Coloque porções de 1 colher (sopa) cheia* de massa nas assadeiras preparadas, deixando 5cm de distância entre uma e outra. Umedeça a palma da mãe e achate levemente cada bolinha de massa. Asse por 11-13 minutos, uma assadeira por vez, ou até dourarem na parte inferior – os meus precisaram de 15 minutos.
Transfira os cookies para uma gradinha e deixe que esfriem completamente.

Rend.: cerca de 52 unidades

* usei 1 ½ colheres (sopa) meio cheias de massa para cada cookie e consegui 34

quarta-feira, fevereiro 04, 2009

Sorvete de cereja com chocolate branco

English version

Cherry ice cream with white chocolate

Sei que alguns de vocês revirarão os olhos em desespero por eu ter trocado o chocolate amargo desta receita por chocolate branco, mas deixem-me ao menos dizer que deu certo! O sorvete em si não é muito doce, por isso a combinação não ficou enjoativa.

Pensem nisso como uma boa substituição – bem diferente de trocar um dos maiores vocalistas de rock de todos os tempos por este cara.

Cherry ice cream with white chocolate

Sorvete de cereja com chocolate branco
daqui

- xícara medidora de 240ml

1 ½ xícaras de cerejas doces sem os caroços (aproximadamente 340g de cerejas inteiras)
¾ xícara (180ml) de leite
1 ¾ xícaras (420ml) de creme de leite fresco
½ xícara (100g) de açúcar
1 pitada de sal
1 colher (chá) de suco de limão siciliano
2 colheres (sopa) de licor de cassis, kirsch, licor de cereja ou rum (opcional) - usei rum
112g de chocolate branco derretido

Coloque as cerejas, o leite, 1 xícara (240ml) do creme de leite, o açúcar e o sal numa panela média. Leve ao fog médio até começar a soltar vapor; em seguida, abaixe o fogo e deixe cozinhar por 15 minutos. Retire do fogo. Cuidadosamente, bata a mistura do liquidificador (sem tampar totalmente ou o copo pode estourar) ou use um mixer diretamente na panela, certificando-se de que a extremidade com a lâmina esteja totalmente imersa na mistura, para que esta não espirre. Cuidado para não se queimar.

Despeje a mistura numa tigela grande. Junte o creme de leite restante (3/4 xícara). Leve à geladeira por várias horas, até completamente gelado (você pode colocar a tigela dentro de uma outra cheia de gelo, para acelerar o processo).

Antes de despejar o creme na sorveteira, acrescente o suco de limão e a bebida de sua escolha – se quiser, omita o álcool, mas tal ingrediente ajudará este sorvete e não solidificar demais, além de adicionar um gostoso sabor. Prepare o sorvete de acordo com as instruções do fabricante da máquina. No final, acrescente o chocolate derretido em fio, diretamente sobre o sorvete, e processe por mais 30 segundos. Transfira para um recipiente hermético e leve ao freezer por pelo menos 1 hora.

Rend.: cerca de 950ml

Cherry ice cream with white chocolate

segunda-feira, fevereiro 02, 2009

Bolo de iogurte e limão e o poder do pensamento positivo

English version

Lime yogurt cake

Geralmente me acho uma pessoa realista, mas também acredito que coisas boas acontecem para aqueles que pensam positivamente. Ficar sentado no sofá esperando tudo cair do céu não leva ninguém a lugar algum, mas acho que podemos obter mais sucesso com uma atitude positiva em relação à vida e sendo gratos pelo que já possuímos.

O meu lado Pollyanna trabalhou duro sábado passado – pelo menos pelo período em que o bolo da foto esteve no forno. Usei uma forma maior do que a pedida na receita e mesmo assim ficou bem cheia. Relutante, coloquei o bolo no forno e esperei pelo melhor. A forma correta – a qual duvido ser a descrita na receita – certamente teria rendido um bolo mais bonito e fofinho. Mas no final a massa não derramou e o bolo ficou bem úmido (por causa do iogurte) e gostoso. São Lourenço ficaria orgulhoso. :D

Lime yogurt cake

Bolo de iogurte e limão
daqui

- xícara medidora de 240ml

220g de manteiga sem sal, derretida e fria
330g de açúcar refinado
2 ovos
250g de iogurte espesso – deixe escorrendo de véspera numa peneira forrada com filtro de café
¼ xícara (60ml) de suco de limão
1 ½ colheres (sopa) de raspas de casca de limão
2 xícaras (280g) de farinha de trigo
2 colheres (chá) de fermento em pó

Cobertura:
1 ½ xícaras de açúcar de confeiteiro peneirado
1 ½ colheres (sopa) de suco de limão
1 ½ colheres (sopa) de água
raspinhas de casca de limão, para decorar

Pré-aqueça o forno a 160ºC; unte uma forma de bolo inglês de 10x20cm* e forre o fundo com papel manteiga.

Coloque a manteiga e açúcar numa batedeira e bata para misturar. Acrescente os ovos, um a um e bata. Junte o iogurte, o suco e as raspas de limão e bata para incorporar. Peneire a farinha e o fermento sobre a massa e misture bem.

Despeje a massa na forma preparada e leve ao forno por 1hora e 15 minutos, aproximadamente – faça o teste do palito.
Retire do forno e deixe esfriar na forma.

Prepare a cobertura: misture bem todos os ingredientes numa tigela; acrescente algumas gotinhas de água, se necessário.
Desenforme o bolo numa travessa ou prato de servir, cubra com a cobertura e salpique as raspinhas de limão para decorar.

* usei uma forma de 10,5x27cm e a massa quase transbordou :(

Rend.: 8-10 porções

Lime yogurt cake

Related Posts with Thumbnails