domingo, dezembro 21, 2008

Challah perfumada com canela

English version

Cinnamon scented challah

Vendo uns clipes na TV outro dia deparei com a criatura mais feia do mundo. Não estou exagerando – na hora em que ele tirou a camisa e abriu a boca senti vontade de correr, correr como se não houvesse amanhã.
Uma visitinha a um certo perfil no imdb foi essencial para que eu não ficasse traumatizada pro resto da vida. :D

Preparar algo bonito também ajuda. Escolhi esta challah, inspirada em uma lindona que a Jaden fez há um tempo. A receita é do livro maravilhoso da Zoe.

Cinnamon scented challah

Challah perfumada com canela
do Artisan Bread in Five Minutes a Day

- xícara medidora de 240ml

Massa básica de challah*:
1 ¾ xícaras (420ml) de água morna
1 ½ colheres (sopa) de fermento biológico seco
1 ½ colheres (chá) de sal
4 ovos grandes, ligeiramente batidos
½ xícara de mel
½ xícara (113g) de manteiga sem sal, derretida
7 xícaras (980g) de farinha de trigo comum

Recheio e cobertura:
½ xícara (100g) de açúcar granulado
1 colher (chá) de canela em pó
1 punhado pequeno de amêndoas em lascas

para pincelar: 1 ovo batido com 1 colher (sopa) de água

Comece pela massa: misture o fermento, o sal, os ovos, o mel e a manteiga derretida com a água numa tigela com capacidade para pouco mais de 4,5 litros. Junte a farinha, mexendo com uma colher (sem sovar) – você pode usar um processador de alimentos com capacidade para 14 xícaras ou uma batedeira tipo Kitchen Aid, com o batedor em forma de gancho (que foi o que usei). Se optar por usar as mãos, pode ser necessário umedecê-las para incorporar o finalzinho da farinha. A massa ficará molinha, mas firmará ao ser refrigerada. Não tente trabalhar com a massa antes do tempo de geladeira. Alguns carocinhos podem aparecer na massa, mas sumirão no produto final.

Cubra (não hermeticamente) e deixe em temperatura ambiente até a massa crescer e rachar, ou ficar com a superfície achatada – cerca de 2 horas. A massa estará pronta para ser usada após ser refrigerada. Guarde-a na geladeira, tampada (não hermeticamente) e use-a em no máximo 5 dias. Ou então congele a massa em porções de 450g num recipiente hermético por até 4 semanas. Quando desejar prepará-la, descongele na geladeira por 24 horas e em seguida deixe crescer e descansar de acordo com a receita que usar.

Para o recheio, misture o açúcar e a canela numa tigelinha e reserve.

Na hora de preparar a challah, forre uma assadeira de beiradas baixas com papel manteiga e unte-o com manteiga.
Polvilhe a superfície da massa com farinha e corte uma porção de aproximadamente 450g. Polvilhe a porção com farinha e forme uma bola com ela, esticando-a em uma superfície enfarinhada e puxando as pontas de volta ao centro.

Vamos formatar a challah: usando as palmas da mão, forme um rolo com a massa. Divida em três partes iguais. Abra cada parte até conseguir um cordão de aprox. 3,75cm – cuidado para não esticar muito de uma só vez, para não partir a massa. Faça uma cavidade no meio de um dos cordões e coloque 1/3 do recheio nela. Aperte bem para o recheio não vazar e feche as pontas. Repita o processo com as duas porções de massa restantes.

Hora de trançar: comece pelo meio e assim obterá uma trança mais homogênea. Coloque as pontas para baixo da trança e então a transfira para a assadeira preparada.
Cubra com um pano de prato seco e deixe crescer por 1 hora e meia. Vinte minutos antes deste tempo, pré-aqueça o forno a 180ºC.
Pincele a trança com o ovo batido com água e salpique com as amêndoas. Asse por 25 minutos ou até dourar.

* esta quantidade de massa rende quatro pães de 450g cada – você pode guardar o restante de massa na geladeira ou congelá-la, de acordo com a receita, e usar como desejar.

Rend.: 1 challah

Cinnamon scented challah

sexta-feira, dezembro 19, 2008

Snickerdoodles de laranja

English version

Orange snickerdoodles

Já fui chamada de Cookie Monster por alguns dos meus amigos, mas acho que não sou a única – a querida Susan parece gostar de biscoitos tanto quanto eu, pois está hosting a segunda temporada do evento Eat Christmas Cookies!

Participei no ano passado da primeira edição e muitas pessoas talentosas também o fizeram. Havia diversas receitas deliciosas e tenho certeza de que este ano isso se repetirá. Para tornar tudo ainda melhor, a Susan vai sortear uma cópia do livro da Anita. Oba! :D

Minha escolha desta vez é snickerdoodles, mas não os tradicionais – estes aqui têm um toque cítrico maravilhoso. Hum!

Orange snickerdoodles

Snickerdoodles de laranja
daqui

110g de manteiga sem sal, amolecida
215g de açúcar
1 ovo
raspas da casca de 2 laranjas
200g de farinha de trigo
½ colher (chá) de bicarbonato de sódio
4 colheres (sopa) de açúcar
½ colher (chá) de canela em pó

Na tigela da batedeira, bata a manteiga e o açúcar (215g) até obter um creme claro e leve. Junte o ovo e as raspas de laranja e bata por mais 30 segundos. Acrescente a farinha e o bicarbonato e bata até incorporar. Leve à geladeira por 15 minutos.

Pré-aqueça o forno a 180ºC; forre duas assadeiras grandes, de beiradas baixas, com papel manteiga.

Misture o açúcar restante com a canela. Reserve.

Faça bolinhas usando 1 colher (chá) cheia de massa, passe-as pelo açúcar com canela e em seguida coloque-as nas assadeiras preparadas, deixando 5cm de espaço entre uma e outra.
Asse por 10 minutos, uma assadeira por vez, ou até os cookies estufarem e racharem. Deixe esfriar nas assadeiras por 5 minutos e então os transfira para uma gradinha.

Rend.: 45 unidades

Orange snickerdoodles

sexta-feira, dezembro 12, 2008

Biscoitinhos ioiô com recheio cremoso de maracujá

English version

Yoyo cookies with creamy passion fruit filling

Um filme que adoro estava passando na TV ontem – deve ter sido a sétima vez que o vi, sem exageros, sendo duas seguidas, no mesmo dia, na época do lançamento.

Inspirada pelas duas faces daquele espelho lhes trago uma receita amanteigada com maracujá, depois da opção fresquinha que postei domingo. De um artigo lindo sobre maracujá da revista Donna Hay # 37.

Yoyo cookies with creamy passion fruit filling

Biscoitinhos ioiô com recheio cremoso de maracujá
da Donna Hay magazine

- xícara medidora de 240ml

Biscoitinhos:
175g de manteiga sem sal, amolecida
115g de açúcar de confeiteiro, peneirado
2 colheres (chá) de raspas de casca de limão siciliano
265g de farinha de trigo, peneirada
35g de amido de milho, peneirado
1/3 xícara (80ml) de polpa de maracujá

Recheio*:
125g de manteiga sem sal, amolecida
150g de açúcar de confeiteiro, peneirado
¼ xícara (60ml) de polpa de maracujá

Pré-aqueça o forno a 160ºC; forre duas assadeiras grandes, de beiradas baixas, com papel manteiga.

Para fazer o recheio, coloque a manteiga e o açúcar na tigela da batedeira e bata por 6-8 minutos ou até obter uma mistura clara e bem cremosa. Passe a polpa de maracujá por uma peneira para retirar as sementes e acrescente à mistura da batedeira, batendo por mais 3-4 minutos ou até ficar homogênea. Reserve.

Prepare os biscoitinhos: coloque a manteiga, o açúcar e as raspas de limão na tigela da batedeira e bata até obter uma mistura clara e cremosa, 6-8 minutos. Junte a farinha, o amido de milho e a polpa de maracujá e bata em velocidade baixa para incorporar. Faça bolinhas com 1 colher (chá) cheia de massa e coloque nas assadeiras preparadas – se a massa estiver muito grudenta, leve à geladeira por 15-20 minutos. Achate as bolinhas levemente com um garfo úmido e asse por 12-15 minutos ou até ficarem com uma cor dourada clara. Deixe esfriar nas assadeiras.
Junte dois biscoitinhos recheando-os com o creme de maracujá antes de servir.

* fui bem generosa ao rechear os biscoitinhos e ainda assim sobrou um montão de recheio. Acho que apenas metade da receita seria suficiente.

Rend.: 28 biscoitinhos recheados

Yoyo cookies with creamy passion fruit filling

domingo, dezembro 07, 2008

Um abraço enorme, com gostinho de maracujá


A big hug, flavored with passion fruit - Passion fruit jellies with banana and honey yogurt
Há diversos bons aspectos em blogar e um dos mais importantes é conhecer ótimas pessoas – não importa se elas moram virando a esquina ou do outro lado do oceano.

A adorável Barbara é uma destas pessoas e está passando por um período difícil, lutando contra o câncer novamente. :(

As igualmente adoráveis Bron e Ilva organizaram um abraço virtual para a Barbara e estou felicíssima em participar. Espero que ela goste desta sobremesa simples e fresquinha, cheia de sabores frutais.

Barbara, querida, tenha certeza de que há dedos brasileiros aqui cruzados por você. Sei que dará um belo chute no traseiro desta doença mais uma vez.
Há meio planeta entre nós, mas você está bem pertinho do meu coração.
A big hug, flavored with passion fruit - Passion fruit jellies with banana and honey yogurt
Gelatinas de maracujá com banana, iogurte e mel
adaptei ligeiramente da Australian Gourmet Traveller

350ml de suco de maracujá
175ml de suco de laranja espremido na hora
200g de açúcar
6 folhas de gelatina incolor e sem sabor, amolecidas em água fria
200g de iogurte natural
30g de mel
bananas em fatias grossas, para servir
polpa de maracujá, para servir

Misture os sucos, açúcar e 1 xícara (240ml) de água numa panela. Leve ao fogo médio, mexendo, até dissolver o açúcar. Retire do fogo e passe por uma peneira fina. Volte ½ xícara (120ml) da mistura à panela, em fogo médio, até aquecer. Desligue o fogo. Esprema a gelatina entre os dedos para retirar todo o excesso de água e coloque-a na panela, mexendo até dissolvê-la completamente. Acrescente o restante da mistura à panela, mexendo bem. Deixe esfriar ligeiramente e divida o líquido entre 6 copos ou potinhos com capacidade para 1 xícara (240ml) cada. Leve à geladeira por 4 horas ou até firmarem.
Para servir, misture bem o iogurte e o mel.
Coloque uma colherada de iogurte sobre as gelatinas, cubra com fatias de banana e finalize com um pouquinho de polpa de maracujá.

Obs.: para fazer o suco de maracujá, bata a polpa das frutas no liquidificador ou processador e coe numa peneira fina. Três maracujás grandes rendem cerca de 1 xícara (240ml) de suco.

* usei suco concentrado de garrafa

Rend.: 6 porções
A big hug, flavored with passion fruit - Passion fruit jellies with banana and honey yogurt

quinta-feira, dezembro 04, 2008

Madeleines de coco

English version

Coconut madeleines

Acho que estou ficando mesmo velha. Coisas que nunca me incomodaram agora me enchem de tédio.

Houve uma época em que cantores e bandas lançavam um novo álbum e escolhiam uma canção para divulgar – a tal “música de trabalho”. Esta seria tocada – muitas vezes à exaustão – nas rádios e os músicos a apresentariam em programas de TV e afins. Depois de um tempo, eles fariam a mesma coisa com outra canção e assim por diante.

Hoje ligo o rádio e há umas 10 músicas da Rihanna tocando. Se os seus empresários – e o Jay Z – acham que isso vai nos fazer adorá-la, não está funcionando. Pelo menos, não comigo, porque não a agüento mais. Quero que ela pegue aquele vídeo tolo e pretensioso – ela acha que é o Silverchair? – e vá cantar pra lá. Talvez num lugar bem chuvoso, para que possa usar seu guarda-chuva. :)

Já madeleines... Nunca me entediam. Desta vez, são de coco.

Coconut madeleines

Madeleines de coco
do Sticky, Chewy, Messy, Gooey

- xícara medidora de 240ml

2 ovos grandes
2 claras grandes
1/3 xícara (67g) de açúcar granulado
1 colher (chá) de baunilha
1 xícara (140g) de farinha de trigo
1 xícara (140g) de açúcar de confeiteiro, peneirado
1 pitada de sal
¾ xícara (170g) de manteiga sem sal, derretida e fria
¾ xícara (68g) de coco ralado úmido e adoçado

Numa tigela grande, usando um fuê, bata gentilmente os ovos, claras, açúcar e baunilha até obter uma mistura homogênea.

Peneire a farinha, o açúcar de confeiteiro e o sal numa tigela média e adicione-os à massa. Finalize juntando a manteiga e o coco e misturando delicadamente, de baixo para cima, até homogeneizar – a massa ficará bem rala. Cubra a tigela com filme PVC e leve à geladeira por pelo menos 1 hora ou por até 24 horas – depois disso, a massa ficará mais espessa e firme.

Pré-aqueça o forno a 180ºC – você vai usar a grade central para assar as madeleines. Unte generosamente duas formas de madeleines com manteiga e polvilhe com farinha, retirando o excesso. Encha cada cavidade com aproximadamente 1 colher (sopa) de massa, dependendo do tamanho – enchi as minhas com ¾ de sua capacidade, mais ou menos.
Coloque a forma dentro de outra assadeira de beiradas baixas e asse até as madeleines ficarem firmes e douradas, com um calombinho no centro, 10-12 minutos. Retire as madeleines da forma usando a ponta de um faquinha e transfira-as para uma gradinha, para esfriarem – é importante removê-las da forma ainda quentes, pois podem grudar depois de frias.

Rend.: 24 unidades

Coconut madeleines

terça-feira, dezembro 02, 2008

Bolo de amêndoas com bananas

English version

Banana almond cake

Nem acredito que finalmente fiz esse bolo da Clarice! A receitinha ficou perambulando pela minha cozinha por séculos. Estava prestes a rebatizá-lo de “Bolo Clube da Luta”, por causa do filme que já tentei ver milhões de vezes mas nunca consegui. Eu o aluguei repetidamente, para no fim devolver à locadora sem ter visto até o final. E também tentei a TV a cabo, sem sucesso. E o engraçado é que simplesmente amo o diretor – um dos pouquíssimos caras que conseguem fazer o Brad Pitt interpretar alguém que não seja ele mesmo – e o Edward Norton é um dos meus verdadeiros favoritos. O que há de errado comigo?? :)

É uma pena que o bolo acabou. E agora vocês me dão licença que vou tentar ver “Clube da Luta” novamente. Pela 8ª vez. :)

Banana almond cake

Bolo de amêndoas com bananas

65g de manteiga sem sal em temperatura ambiente
60g de açúcar
2 ovos médios batidos
1 ½ colheres (sopa) de creme de leite fresco
1 colher (sopa) de rum
100g de farinha de amêndoas
2 colheres (sopa) de farinha de trigo
1 colher (sopa) de amido de milho – aperte-o na colher na hora de medir
2-3 bananas grandes
1 colher (sopa) de suco de limão siciliano

Calda:
suco de meio limão siciliano
1 colher (sopa) de rum
½ colher (sopa) de mel

açúcar de confeiteiro, para servir

Pré-aqueça o forno a 180ºC.
Unte e enfarinhe uma forma de bolo inglês de 10x23cm* ou forre com papel manteiga.
Peneire a farinha de amêndoas com a farinha de trigo e o amido de milho 3 vezes.

Bata a manteiga até formar um creme. Junte o açúcar e bata até ficar esbranquiçado. Vá adicionando os ovos pouco a pouco. Em seguida, acrescente o creme de leite e o rum. Junte as farinhas peneiradas e misture com espátula de borracha/ silicone até que fique tudo bem incorporado. Despeje na forma.
Corte as bananas em 3 ou 4 pedaços. Regue com suco de limão e "espete" cada pedaço na massa. Deixe a banana cerca de um dedo acima do nível da massa.
Leve ao forno por 40-50 minutos. Faça o teste do palito.
Desenforme e regue com a calda (basta misturar todos os ingredientes). Na hora de servir, polvilhe com açúcar de confeiteiro.

* usei uma forma de 10x26cm

Rend.: 6 porções

Banana almond cake

Related Posts with Thumbnails